Tech

Como Startups bilionárias estão mudando o mundo, conheça os decacórnios.

11 Mai 2022 - 21h57 | Atulizado em 11 Mai 2022 - 21h57
Como Startups bilionárias estão mudando o mundo, conheça os decacórnios.

Antes de falar dos decacórnios, tenho que explicar o que é um Unicórnio, e não, não estou falando da figura mitológica, mas sim de uma empresa, o termo foi usado em um artigo em 2013 pela investidora Aileen Lee, o nome do artigo era: "Bem-vindo ao clube dos Unicórnios, aprendendo com as startups de um milhão".

Unicórnio seria então uma startup com valor de US$1 bilhão, já que seria extremamente raro de encontrar porque muitas delas não conseguiam nem sobreviver nos primeiros anos, mesmo depois de receber um investimento bilionário. Uma empresa Unicórnio se diferencia pelo seu foco no cliente, diversidade e claro, pela sua tecnologia, dá para usar como exemplo as empresas que vieram do Vale do Silício, na década de 2000 surgiu o Facebook, na década de 1990 o Google.


       
Foguete da SpaceX. (Foto: Reprodução/Joe Skipper/Reuters)


A diferença de decacórnios para unicórnios é só o valor pago, antes o que era US$1 bilhão, graças as altas nas bolsas de valores hoje, se paga US$10 bilhões, e começaram a investir em empresas diferentes daquelas de 20 anos atrás, empresas muito mais tecnológicas por sinal, como a corretora de criptomoedas FTX que foi avaliada em US$40 Bilhões, Byte Dance dona do aplicativo TikTok e a tão famosa SpaceX são empresas decacórnios.

Com o aumento dessas empresas aumentou também o número de bilionários, Garry Wang dono da FTX, Elon Musk dono da tesla, SpaceX, e agora comprou o Twitter.

Um fato curioso também é que diferente da década 2000 que a principal empresa unicórnio no mundo era o Facebook que é uma empresa americana, nos dias atuais, podemos dizer que a maior empresa decacórnio hoje é a empresa Chinesa Byte Dance dona do Tik Tok, ou seja, nos últimos anos nós notamos que a China demonstrou uma evolução na economia mundial, e até nas empresas decacórnios o país asiático vem evoluindo também.

 

Foto destaque: Logo ByteDance e Tik Tok. Reprodução/Dado Ruvic/Reuters

Mais Lidas