Tech

Concorrente do Google para o ChatGPT, erra na estreia e ações da empresa caem

09 Fev 2023 - 19h36 | Atulizado em 09 Fev 2023 - 19h36
Concorrente do Google para o ChatGPT, erra na estreia e ações da empresa caem

A Alphabet, controladora do Google, perdeu mais de US$ 100 bilhões em valor de mercado nesta quarta-feira (8), provocando queda de até 8% nas ações da empresa. O prejuízo foi por conta de informações erradas durante o anúncio do concorrente do ChatGPT, que tem o codinome de Bard. Por meio de um vídeo, o chatbot do Google, apresentou detalhes imprecisos em relação ao satélite James Webb.

A plataforma de IA recebeu a seguinte pergunta: "Que novas descobertas do Telescópio Espacial James Webb (JWST) posso contar ao meu filho de 9 anos?". O Bard respondeu o seguinte: “O JWST tirou as primeiras fotos de um planeta fora do nosso sistema solar”. Segundo a Reuters, essa é uma informação imprecisa e sem muitos detalhes.



De acordo com a Nasa, as primeiras fotos de exoplanetas foram registradas pelo Very Large Telescope (VLT), do European Southern Observatory, no ano de 2004. A apresentação ocorreu um dia após a Microsoft revelar planos para integrar seu chatbot ao Bing, sua ferramenta de pesquisa, além do Word, PowerPoint e Outlook.

A empresa de tecnologia descreve o chatbot como uma “plataforma para curiosidade” que irá contribuir para facilitar assuntos complexos principalmente para crianças. O Bard utiliza um recurso de comunicação chamado de Modelo de Linguagem para Aplicativos de Diálogo (LaMDA), semelhante ao ChatGPT, onde as pessoas podem realizar perguntas, mais complexas, buscando se aprofundar em um assunto específico com a possibilidade de oferecer feedback.

A companhia anunciou o Bard no começo desta semana com o objetivo de  competir com o ChatGPT, por conta de seu crescimento exponencial que vem provocando uma grande preocupação ao Google. A nova tecnologia de inteligência artificial deve ser útil para perguntas em que não há uma resposta exata. A novidade estará disponível para o público em breve. A ferramenta do Google é uma atualização de um outro chatbot, que se chamava Meena, mas foi encerrada.

 

Foto destaque: Sede do Google. Reprodução/Twitter