Notícias

Conta de luz terá um aumento de 19% no ano de 2022

05 Dez 2021 - 11h09 | Atulizado em 05 Dez 2021 - 11h09
Conta de luz terá um aumento de 19% no ano de 2022

De acordo com a estimativa da TR Soluções, empresa de tecnologia especializada no setor elétrico, a conta de luz pode aumentar em média 19%  em 2022 devido à disparada dos custos de geração de energia elétrica. Segundo dados do IPCA (Índice Oficial de Inflação ao Consumidor), calculado pelo IBGE, o país teve uma alta da energia elétrica residencial atingiu de janeiro a outubro justamente 19,13% no ano de 2021.


Cabos de energia(Foto:Pixabay/Prexels)


O aumento na conta de luz vem do déficit entre os custos com a geração de energia e também sobre as bandeiras tarifárias, valores que são repassados para a conta de luz. Deve chegar a 17,8 bilhões de reais o saldo negativo da Conta Bandeiras, considerando os eventos tarifários das distribuidoras de 2022, de acordo com as projeções da TR. Outro impacto que a conta de luz irá sofrer são os aumentos das tarifas das distribuidoras nos processos de revisão, que levam em conta índices inflacionários, já previstos no primeiro semestre.

 

A Aneel atenta aos aumentos e prepara medidas para atenuar o reajuste tendo em vista a perspectiva de elevação de dois dígitos nas tarifas do próximo ano. Uma das ações que o órgão regulador poderá aplicar será um novo empréstimo às distribuidoras de energia, que auxiliará na redução do déficit da Conta Bandeiras, além de ações emergenciais tomadas no gerenciamento da crise hídrica.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Novo-Auxilio-Brasil-deixara-milhares-de-familias-de-fora

https://inmagazine.ig.com.br/post/Homem-utiliza-protese-de-silicone-para-falsificar-passaporte-de-vacinacao

https://inmagazine.ig.com.br/post/Estados-Unidos-prepara-sancoes-caso-Russia-decida-invadir-a-Ucrania

De acordo com o diretor-geral da Aneel, André Pepitone, o número não considera ações de gestão tarifária que já estão na agenda, dentro dessas ações está a antecipação de um aporte de 5 bilhões de reais em recursos da capitalização da Eletrobras (ELET3, ELET6) e também na redução do serviço da dívida da usina hidrelétrica de Itaipu. O diretor ainda afirmou que o aumento médio das tarifas  será  “muito inferior”  em relação  à projeção de 21% que consta em documento oficial da Aneel.

Foto Destaque; Lâmpada. Reprodução/Saya Kimur/Prexels