Notícias

Covid-19: Governo de São Paulo analisa a liberação do uso de máscaras ao ar livre

04 Mar 2022 - 10h48 | Atulizado em 04 Mar 2022 - 10h48
Covid-19: Governo de São Paulo analisa a liberação do uso de máscaras ao ar livre

O governador do Estado de São Paulo, João Dória (PSDB), anunciou nesta quinta-feira (03), que a liberação do uso de máscaras ao ar livre está sendo estudada novamente. A medida é avaliada pelo comitê formado por especialistas escolhidos pela gestão, para orientar as medidas sanitárias durante a pandemia da Covid-19.O uso obrigatório do item de prevenção à Covid-19 é determinado por decreto estadual, atualmente em vigor até 31 de março, mas a estimativa é que uma nova decisão seja anunciada na próxima quarta-feira (09). 

Em novembro do ano passado, o governo chegou a anunciar a flexibilização. Contudo, com o avanço da variante ômicron, recuou na determinação antes que a medida entrasse em vigor. 

"Reproduzimos o que eles decidem, e por isso não é possível anunciar taxativamente a medida de liberação de máscaras ao ar livre. Mas diria que há uma boa tendência, uma boa indicação", disse Dória.


Flexibilização poderá acontecer já na proxima semana. (Reprodução/VejaRio)


A expectativa do governo é que os números de casos, hospitalizações e morte se mantenham em queda depois do aumento das infecções por conta da variante ômicron no final do ano passado. 

Outro tema que também vem sendo discutido pelo Governo de São Paulo, é a flexibilização do uso de máscaras em escolas, essa possibilidade divide opiniões, já que as crianças não estão com o esquema vacinal completo. Além disso estudos científicos publicados recentemente não são conclusivos.


Estudo sobre liberar o uso de máscara nas escolas geram críticas. (Reprodução/CNNBrasil)


A segunda quinzena de março é considerada uma possibilidade para que o uso de máscara passe a ser flexibilizado no estado e em escolas, dependendo da gravidade da pandemia após o Carnaval, já que houve vários pontos com aglomerações pela cidade.

A Secretaria de Estado da Saúde afirma que "toda e qualquer medida adotada no estado para enfrentamento da pandemia é precedida por análises técnicas junto ao Comitê Científico".

Hoje a taxa de ocupação pela Covid-19 das UTI's no Estado de São Paulo, é de 27%, já nas enfermarias a taxa é de 11%. Sengudo dados oficiais do Boletim Diário da cidade de São Paulo.

Foto destaque: A medida está atrelada ao avanço no número de vacinação. Reprodução/Ig Saúde