Saúde e Bem Estar

Covid-19 no Brasil, mais de 100 mil novos casos e 896 mortes são registrados

13 Fev 2022 - 11h20 | Atulizado em 13 Fev 2022 - 11h20
Covid-19 no Brasil, mais de 100 mil novos casos e 896 mortes são registrados

A variante Ômicron expande a nova onda da pandemia no Brasil. Com 140.234 novos casos e 896 mortes apontadas neste sábado, dia 12 de fevereiro, o país voltou a viver momentos de tensão em relação a Covid-19. 

Segundo o Ministério da Saúde, com esses novos números o Brasil passa a ter um total de 27.425.743 infectados e o número total de óbitos aumenta para 638.048.

Apesar do avanço da variante Ômicron, graças a grande demanda de vacinação, que torna a letalidade aparentemente menor, o Brasil tem mantido o número de óbitos inferiores ao do pico da pandemia, onde registramos mais de 3.000 mortes diárias. 

Clínicas da família e hospitais voltaram a ficar cheios com pacientes em busca de atendimento e testes para a Covid-19. 

A vacinação deve continuar avançando em todos os estados brasileiros, inclusive abrangendo as crianças. Essa é a maior prevenção que temos no combate a Covid-19 e para manter a diminuição da letalidade com o avanço da variante Ômicron. Aliada a vacinação, a manutenção com os cuidados lavando sempre as mãos e rostos, o uso de máscaras e alcool em gel não devem parar. É importante também que pessoas infectadas respeitem o isolamento de pelo menos 10 dias, para retornarem às suas atividades sem precisar realizar o teste. Caso não apresentem mais os sintomas e precisem retornar antes dos 10 dias, as pessoas devem realizar o teste, de preferência, o antígeno, ja que o PCR pode mostrar ainda a presença de vírus mortos (que não apresentam risco de transmissão) e acusar resultado positivo por muito tempo. 


vacinação contra Covid-19. Foto / Reprodução: exame.com


Alguns estados já estudam a viabilidade da quarta dose. São Paulo por exemplo, estuda aplicar a dose na população em geral. O Estado de Mato Grosso do Sul, já está vacinando idosos acima de 60 anos e profissionais de saúde. Outros Estados já avaliam a possibilidade de aplicar a quarta dose. 

O Ministério da Saúde recomenda a aplicação da quarta dose apenas para os imunossuprimidos com 12 anos ou mais. 

 

Foto destaque: Covid-19. Foto/Reprodução: unsplash/@cdc 

Mais Lidas