Notícias

Covid faz cidade de 1,2 milhão de pessoas entrar em lockdown na China

04 Jan 2022 - 15h00 | Atulizado em 04 Jan 2022 - 15h00
Covid faz cidade de 1,2 milhão de pessoas entrar em lockdown na China

Apenas 3 casos assintomáticos de Covid-19 foram o suficiente para que as autoridades chinesas ordenassem nesta segunda-feira (3) o lockdown na cidade de Yuzhou, de quase 1,2 milhões de habitantes..

A população que fica na província de Henan se juntou a mais de 13 milhões de pessoas que também se encontram em lockdown na cidade de Xi’ An, onde autoridades tiveram que estreitar ainda mais as restrições.

Pequim está promovendo uma estratégia de zerar a Covid por sediar as Olimpíadas de Inverno no próximo mês, sendo assim essas medidas têm sido tomadas pelas autoridades para que a doença não se espalhe.

As autoridades sancionaram essas medidas em Yuzhou ordenando que todos permaneçam em suas casas, colocando patrulhamento em todos os locais, incluindo portas de residenciais, para conter a população. O transporte publico está suspenso e carros não estão autorizados a trafegarem nas estradas, locais de lazer e entretenimento foram fechados. Apenas negócios que garantem o básico para sobrevivência podem funcionar.

Essas medidas mais restritivas já estão acontecendo em Xi’an por duas semanas, onde até mesmo alguém que busque ajuda médica precisa de um teste negativo para Covid.  A cidade registrou 1.700 casos desde o início de dezembro. Todos os casos positivos são levados ao hospital para tratamento e isolamento.


Trailer oficial das Olimpíadas de Inverno em Pequim (Vídeo/Reprodução/Youtube)


As restrições têm sido tão severas que estão preocupando e causando questionamentos, incluindo de escassez de alimentos, nessa terça-feira, 4, autoridades de partidos comunistas ordenaram que os oficiais apresentem restrições severas, mas corretas.

Algumas autoridades de Xi’An já foram até desligadas de seus cargos por “rigor insuficiente em prevenir e controlar o surto”. Só no último mês a comissão Chinesa puniu dezenas de oficiais por falha em prevenir a contaminação na cidade.

A China registrou mais de 175 novos casos de Covid-19 nesta terça-feira (4), incluindo 5 na província de Henan e mais 8 casos ligados a uma fábrica de vestuários no oeste da cidade de Nigbo.  Oficiais não informaram quais variantes da Covid estão incluídas nessa contaminação.

 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Fenomenos-astronomico-estao-previstos-para-2022-confira 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Recorde-desde-o-inicio-da-pandemia-mundo-registra-mais-de-um-milhao-de-casos-de-COVID-19-em-um-so-dia 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Crescimento-de-casos-de-criancas-hospitalizadas-com-Covid-em-Nova-York-preocupam-autoridades 

 

Embora o número de casos estejam bem abaixo dos casos registrados pelo mundo, a nova onda de infecção por Covid nas últimas semanas teve uma crescente considerável. 

Foto Destaque: Cidade Chinesa de Yuzhou em lockdown. Reprodução/File Photo