Notícias

Criador de conteúdo digital Paulo Paolucci começou a empreender aos 16 anos e hoje é um dos nomes mais importantes da publicidade no Brasil

08 Jul 2021 - 15h00 | Atulizado em 08 Jul 2021 - 15h00
Criador de conteúdo digital Paulo Paolucci começou a empreender aos 16 anos e hoje é um dos nomes mais importantes da publicidade no Brasil

Você acredita que a maturidade vem com o tempo, ou os jovens podem ser maduros em pensamentos e ideais? Um estudo inglês, divulgado pela revista EXAME, informou que os homens amadurecem aos 43 anos, e as mulheres aos 32, mas sabemos que essa narrativa não se aplica ao dia a dia, se analisarmos os contextos e situações em que pessoas mais novas estão inseridas.

 O mundo está buscando indivíduos com pensamentos criativos e visionários, que sabem como transformar uma nação através de boas ideias. A juventude do século atual já vem carregada de responsabilidades, as pessoas estão sendo ‘forçadas’ a buscar o amadurecimento, quando ainda se sabe muito pouco sobre ele.

LEIA MAIS

 A internet é o berço da revolução, onde muitos colocam em prática seus objetivos ambiciosos por estarem inseridos em um ambiente livre de preconceitos e estereótipos. Há empreendedores que começam a prosperar ainda na adolescência, como o jovem Paulo Paolucci, que aos 16 anos já tinha uma meta profissional muito bem estabelecida.



O mercado publicitário está em constante ascensão no território brasileiro, e Paolucci é um dos nomes que se destaca neste ramo. Antes mesmo de completar a maioridade, Paulo criou a empresa Divulga mais Brasil (D+B), na qual é dono até hoje, com foco apenas em páginas de humor no Facebook, blogs e sites, porém, sua visão inovadora foi abrindo portas para um universo próspero, e o rapaz passou a abranger tudo que existe de novo e tecnológico nessa área.



 O perfil no Instagram @divulgambrasil já conta com quase 200 mil seguidores, e é responsável pela gestão de mais de 15 milhões de ações por dia, um número realmente assustador. Paulo Paolucci é a prova de que as oportunidades não devem simplesmente ser almejadas, mas sim, criadas!