Esportes

Cristo Redentor recebe iluminação especial no aniversário de morte de Ayrton Senna

02 Mai 2022 - 11h21 | Atulizado em 02 Mai 2022 - 11h21
Cristo Redentor recebe iluminação especial no aniversário de morte de Ayrton Senna

A construção do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, recebeu uma iluminação especial no aniversário de 28 anos do falecimento do piloto Ayrton Senna. A consagração teve as cores do famoso capacete do piloto brasileiro planejadas no Cristo Redentor.

A decisão foi uma parceria do Instituto Ayrton Senna junto com o Núcleo de Esporte também Fé do Cristo Redentor. Além de ter a iluminação, o capacete de Senna foi disposto aos pés da construção. "As homenagens em 1º de maio sempre são muito carinhosas e especiais para todos nós, pois mostram como segue presente o legado do Ayrton nestes 28 anos.", falou Bianca Senna, CEO de Senna Brands e também sobrinha do piloto.

Ayrton Senna faleceu aos 34 anos no dia 1º de Maio de 1994. O piloto vivenciou um grave acidente ao decorrer o Grande Prêmio de San Marino em Imola, na Itália.


Ayrton Senna morreu aos 34 anos de idade (Divulgação/McLarens)


Homenagens

A Fórmula 1, usando a sua conta oficial no Twitter, compartilhou uma foto do ex-piloto localizado dentro de um carro usando o capacete verde e amarelo que foi o que marcou a sua carreira ao fundo. Junto na legenda, a memória do talento de Senna e da multidão de fãs.

"Um talento único, idolatrado por milhões. Para sempre lembrado. #SennaSempre"

A McLaren, o time que Senna protegeu por diversas temporadas (entre 1988 e 1993) e pela qual dominou os três títulos mundiais (1988, 1990 e 1991), também tributou o ex-piloto brasileiro.



"Para muitos, o maior piloto que já viveu", inscreveu a montadora, que ainda partilhou um conjunto de fotos, ressaltando à o talento de Senna ao longe das pistas.

A Ferrari também fez um tributo para Senna. O brasileiro em nenhum momento pilotou pela equipe, mas mesmo assim sempre dizia que era um de seus sonhos. A montadora compartilhou em suas redes sociais frases dos pilotos Carlos Sainz e Charles Leclerc exemplificando a relação com Senna.

"Meu pai era fã do Ayrton e, crescendo, ele se tornou meu herói também", disse Leclerc.

"Acho que todo esportista entende o quão especial o Ayrton Senna era", afirmou Sainz.

Além de ter sido homenageado por diversas Equipes, seus fãs também não deixaram escapar esse momento e deixaram diversas mensagens para o seu ídolo.

 

Foto Destaque: Homenagem feita para Ayrton Senna no Cristo Redentor  (Foto: Instituto Ayrton Senna)