Esportes

Cruzeiro empata com Vila Nova e convive com proximidade da zona de rebaixamento

02 Nov 2021 - 12h15 | Atulizado em 02 Nov 2021 - 12h15
Cruzeiro empata com Vila Nova e convive com proximidade da zona de rebaixamento

O pesadelo do torcedor celeste parece não ter fim, a má fase do Cruzeiro assusta até os rivais e, após o empate em casa com o Vila Nova, o clube corre risco real de ser rebaixado para a Série C do Campeonato Brasileiro. 

Com 40 pontos, o Cruzeiro ocupa a 14° posição na tabela e deve permancer mais um ano na segunda divisão nacional, o que já era um pesadelo para a torcida cruzeirense, porém, a equipe talvez não tenha chegado no "fundo do poço". Após o primeiro rebaixamento de sua gloriosa história em 2019, o clube celeste só vem recebendo más notícias. No ano de 2020, o clube não conseguiu o acesso para a elite do Campeonato Brasileiro, o que muito frustrou o torcedor celeste, e em 2021, além de não conseguir o acesso e já somar três anos longe da elite nacional, o Cruzeiro corre o risco real de ser rebaixado para a terceira divisão. 

Flamengo enfrenta Athletico na Arena da Baixada valendo o sonho do tricampeonato brasileiro (ig.com.br)

Agüero sofre arritmia cardíaca e pode ficar 3 meses afastado (ig.com.br)

Westbrook diz não entrar em pânico com início ruim nos Lakers (ig.com.br)

Tal realidade seria inimaginável para um clube tão tradicional e vencedor do futebol brasileiro, tendo em vista que o Cruzeiro é uma das equipes mais vitoriosas nesta década no Brasil, com um bicampeonato brasileiro, em 2013 e 2014 e outro bicampeonato da Copa do Brasil, em 2017 e 2018. O clube foi refém de péssimas gestões e alvo de piadas como o episódio "Fala Zezé", quando o ex-jogador do clube, Thiago Neves, pede para dirigente pagar os salários não quitados dos jogadores. 



A equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo está somente a cinco pontos da zona de rebaixamento, e sua reta final na competição é composta por clubes que disputam diretamente para permanecer na Série B: Londrina, Brusque, Vitória, Sampaio Corrêa e Náutico. O Cruzeiro colocará todas as fichas na mesa para esses confrontos, entendendo que só depende de si para permanecer na divisão atual, o que passa longe de ser motivo de comemoração. 

Com o rendimento dos grandes clubes permancendo desta forma, tudo caminha para mais uma disputadíssima Série B em 2022.

Foto Destaque: Forte chuva durante partida no Horto. Reprodução/flashsport