Esportes

Diniz mostrou ao elenco do Fluminense que era possível virar placar sobre o Flamengo

10 Abr 2023 - 10h43 | Atulizado em 10 Abr 2023 - 10h43
Diniz mostrou ao elenco do Fluminense que era possível virar placar sobre o Flamengo

No último domingo (9), o Fluminense fez história e goleou o Flamengo por 4 a 1, sendo assim, revertendo o placar de 2 a 0 do jogo de ida e sendo campeão do Campeonato Carioca de 2023. O time do Fluminense entrou em campo completamente confiante que era possível a virada, e isso tem muito o “dedo” do treinador Fernando Diniz, que também é formado em psicologia.

Esse trabalho psicológico de Fernando Diniz para a final começou no meio da semana, quando o Fluminense venceu o Sporting Cristal no Peru por 3 a 1, na estreia da Libertadores de 2023. Depois do jogo, o técnico pediu a palavra no vestiário:

“Rapaziada, parabéns aí pela vitória. A partir de agora, desse momento, a gente pensa no nosso título. Todo mundo que acredita! Nós já estamos trabalhando para c... nesse jogo. Preparar o melhor Fluminense para jogar domingo, que é o da Páscoa. Agora, só Flamengo e só título!” – Disse Diniz.

Quando voltaram para o Rio De Janeiro, o Flu teve tempo para dois treinos, na sexta e no sábado. Nas atividades, Diniz obviamente preparou a parte tática contra o Flamengo, mas o melhor viria apenas no domingo, o toque emocional que mexeria com o elenco inteiro.

O treinador, que normalmente faz a preleção no hotel ou no ct, optou por dessa vez fazer diretamente no Maracanã. Durante o discurso, Diniz lembrou a morte de seu pai quando tinha apenas 8 anos e comentou que cresceu tendo a bola como sua melhor amiga e refúgio emocional.

Ao ser perguntado sobre a preleção, um dos jogadores mais experientes do elenco, Felipe Melo, disse ter chorado muito: “Eu só chorei, só chorei. Pitbull também chora”


Fernando Diniz comemorando titulo do Fluminense (Video: Reprodução/Instagram)


Fernando Diniz também mostrou um vídeo com gols importantes e antigos do Fluminense contra o Flamengo, e disse que agora quem iria construir a história eram os jogadores do elenco atual.

“Alguns até choraram com as palavras dele. Foi algo especial, um momento que nunca tinha vivido. Um cara que consegue transmitir do jeito que ele transmite, era algo para realmente ficar emocionado, motivado. Acho que o Fernando (Diniz) teve um papel importante para nós esta semana. A confiança com que ele falava era como se Deus o tivesse iluminado, realmente convencido do que dizia. Na preleção, falou que nós conseguiríamos fazer algo histórico. E ele falava como se conseguisse ver o futuro: "Hoje só vai dar a gente, do jeito que nós gostamos, do jeito que marca nosso time". E, se você viu o jogo, fomos totalmente superiores ao Flamengo” – disse Jhon Arias.

Com o elenco do Fluminense na mão, Diniz ainda tem a Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro para disputar em 2023.

Foto destaque: Fernando Diniz beijando troféu. Reprodução/Instagram