Tech

Disney confirma planos de se inserir no Metaverso

09 Jan 2022 - 17h10 | Atulizado em 09 Jan 2022 - 17h10
Disney confirma planos de se inserir no Metaverso

Para além dos já conhecidos anúncios feitos recentemente a respeito do Metaverso e a inserção deste pelas grandes empresas de vestuário, comunicação, varejo e saúde. Vemos agora a Disney, a partir da declaração dada pelo Bob Chapek, CEO da empresa, afirmar que também estão com planos para inserir a The Walt Disney Company nesse universo virtual.


Foto/Imagem: Disney/Wreck-It-Ralph-2

O mundo que a Disney gerou a partir das inovações que apresentou ao longo de sua construção, despertou o imaginário de milhões de pessoas. Willie do Barco a Vapor que foi a primeira animação famosa sincronizada ao som e, Branca de Neve os Sete Anões, que foi o primeiro longa-metragem colorido. Representaram enormes diferenciais que deram à empresa o reconhecimento necessário para que ela se tornasse a gigante que é hoje, possuindo até sua própria plataforma streaming com séries e filmes.

Após esses dois grandes sucessos, a companhia continuou investindo cada vez mais nas animações, mas também optou por construir um parque temático em 1955 em Anaheim, na Califórnia. Com o tempo foi pensado no complexo que complementaria o Disneyland Park(CA), que foi construído no ano de 1971 em Orlando, Flórida. A partir daí os parques temáticos da Disney foram se expandido cada vez mais, para diversos locais diferentes, tais como Tokyo, Pais, Shangai e Hong Kong.

 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Apos-estreia-na-bolsa-de-valores-de-Hong-Kong-SenseTime-aumenta-o-valor-de-suas-acoes-em-23

https://inmagazine.ig.com.br/post/Confira-a-tendencia-da-tecnologia-em-2022

https://inmagazine.ig.com.br/post/Ate-2023-o-mercado-dos-games-pode-ultrapassar-US-200-bilhoes

 

Ademais, diversos outros setores foram focos dos investimentos e expansão da empresa. Nesse sentido, o Metaverso por ser a novidade do século, possibilitará uma nova dimensão para a prospecção da Disney em relação aos seus clientes. Pois poderá possibilitar a eles, por exemplo, a experiência dos parques de diversões com inserção da realidade aumentada, tendo equipamentos, como multiprojetores, capazes de criar projeções das animações na superfície real com uma imagem semelhante à vista nos televisores e cinemas. 

 

Foto de destaque: Illustration by Kate Walker/futureparty