Cinema/TV

Disney+ revela que financiou lobistas do projeto de lei ‘Dont Say Gay’

22 Mar 2022 - 16h00 | Atulizado em 22 Mar 2022 - 16h00
Disney+ revela que financiou lobistas do projeto de lei ‘Dont Say Gay’

O Disney+ se pronunciou contra o projeto “Dont Say Gay”, cujo intuito do projeto é proibir escolas e professores de Florida, nos Estados Unidos, que reconheçam a existência de pessoas LGBTQIA+.

O Disney+ apóia nossos funcionários, colegas, famílias, contadores de história e fãs LGBTQIA+ e nós fortemente denunciamos todas as legislações que infringem os direitos humanos básicos das pessoas da comunidade LGBTQIA+ - especialmente a legislação que mira e fere jovens e suas famílias. Nós nos esforçamos para criar um um serviço que reflita o mundo em que vivemos, e nossa esperança é ser uma fonte de inclusividade, empoderamento e histórias autênticas que nos unem na nossa humanidade compartilhada”.

Desde o pronunciamento do Disney+ referente a política de “Dont Say Gay”, vários funcionário vem fazendo protestos publicamente, e denunciam que executivos exigiram censura de cenas de afeto entre os personagens  LGBTQIA+.

Muitos fãs comprovam que de fato, a pouquíssimos personagens de animação da comunidade LGBTQIA+, sendo o mais notável Specter, de Dois Irmãos. A orientação da personagem é orientada em poucos minutos em cena, quando ela está no telefone com a namorada. A cena foi suficiente para que fosse banida em alguns países do Oriente Médio.

A Disney cedeu uma entrevista a Variety, que revelou que um beijo havia sido vetado por um casal homosexual em Lightyear, derivado de Toy Story. Essa polêmica começou a ir para as redes após a Disney ter doado R$ 1,5 milhão (cerca de US$ 300 mil) para campanhas de políticos que apoiam a lei anti- LGBTQIA+ na Florida.

Fãs da plataforma Disney+, esperam um novo posicionamento sobre o assunto que tem repercutido nos últimos dias. Após também funcionários da Pixar, denunciar cenas de afeto gay que apareceriam em filmes algo que vem acontecendo durante anos.

 

Foto destaque: Reprodução/ portal popline