Money

Dólar tem queda de 10% no ano, Ibovespa vira no azul e ações da CVC valorizam

21 Mar 2022 - 15h48 | Atulizado em 21 Mar 2022 - 15h48
Dólar tem queda de 10% no ano, Ibovespa vira no azul e ações da CVC valorizam

Na tarde da última sexta-feira (18), o Ibovespa virou para o azul após ter aberto em queda acompanhando o mercado internacional. O dólar abandonou as altas dos últimos dias e terminou a sexta feira em queda de 0,59%, a R$ 5,0043. Já durante esta segunda-feira (21), a moeda americana chegou a R$ 4,94.

Algumas empresas conseguiram recuperar perdas recentes que tiveram com suas ações, como é o caso da Petrobrás, já outras tiveram uma forte alta das suas ações na bolsa como a Lojas Americanas, a MRV e a CVC.


Ações da CVC lideraram as altas da bolsa no país (Foto:Reprodução/RevistaOeste)


A CVC avançou 10,45%, as ações da empresa operadora de viagens se valorizaram após a divulgação do balanço do quarto trimestre que trouxe o primeiro Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) positivo após mais de dois anos. Com isso a empresa liderou as altas na bolsa de valores.

Na manhã desta segunda-feira, a CVC teve mais uma leve alta nas suas ações com uma variação de 0,07% em relação a alta de sexta-feira. Após prejuízos no quarto trimestre de 2021, a empresa de viagens tem conseguido uma valorização e o BTG Pactual recomenda a compra de ações da CVC com preço fixo de R$ 33 mais de três vezes maior que o fechamento do início do mês de março.

As Lojas Americanas, tiveram um avanço de 8,32% nas suas ações da bolsa de valores, enquanto a MRV Engenharia teve uma alta de 8,31%, logo após ter divulgado o balanço do quarto trimestre de 2021 e ter apresentado uma alta de 64% no lucro da empresa comparado com o mesmo período no ano de 2020.

Na parte de baixo do índice da bolsa, a Fleury é a líder em perdas com baixa de 2,08%.

Em Wall Street tivemos alta na Dow Jones com 0,21% e o Nasdaq com 1,40% após início desanimador com as negociações de paz entre Rússia e Ucrânia terem poucos avanços.

 

Foto destaque: Ibovespa Reprodução/InfoMoney

Mais Lidas