Esportes

Donos do PSG classificam o desempenho de Neymar como decepcionante, diz jornal francês

08 Abr 2022 - 20h50 | Atulizado em 08 Abr 2022 - 20h50
Donos do PSG classificam o desempenho de Neymar como decepcionante, diz jornal francês

Após a eliminação do Paris Saint-Germain da Liga dos Campeões, Neymar tem sido alvo de inúmeras críticas na França. Segundo o jornal francês “L’Equipe”, o atacante do clube francês tem perdido prestígio entre os donos do clube.

O emir do Catar e principal acionista do PSG, Tamim Al Thani, tem mostrado grande incomodo com a atuação do jogador. Segundo a cúpula de dirigentes, o desempenho de Neymar tem sido decepcionante, além de, na visão de Al Thani, mostrar falta de motivação. Para eles, o brasileiro desenvolveu pouco, se considerar o valor pago em sua contratação.

Mas o desagrado de Al Thani vai além do desempenho atual do jogador. Para Tamim, o PSG teve um grande investimento ao contratar Neymar, pagando o valor de 222 milhões de euros para contratar o passe do jogador, que atuava pelo Barcelona. Atualmente, o clube francês paga um salário de cerca de 38 milhões de euros por ano.

Além disso, segundo o L’Equipe, existe um pensamento predominante entre os donos do clube, de que Neymar prefere Paris, a cidade, do que o PSG, o clube, o que levou o acionista a dizer que “se sente enganado com a mercadoria”.


Neymar participando do treino do Paris Saint-Germain na última sexta-feira (08) (Reprodução: AFP/PSG)


Como Al Thani está ligado a empresas que estão na organização da Copa do Mundo, que em 2002 terá sua edição no Catar, a expectativa era que Neymar fosse se tornar uma das grandes motivações para a venda de ingressos do torneio.

“Visto de Doha (capital do Catar), domina a sensação de que a motivação de Neymar está diminuindo, com a impressão de que ele nem sempre fez o possível para estar no seu melhor nível”, diz trecho da reportagem publicada pelo L’Equipe.

O contrato do brasileiro com o PSG vai até junho de 2026 e há uma grande possibilidade de que Neymar permaneça no clube parisiense por pelo menos mais um ano, mesmo que os dirigentes do clube achem seu desempenho decepcionante, visto a dificuldade de negociar o passe do atacante, pois poucos clubes no mundo seriam capazes de arcar com o atual nível salarial de Neymar.

 

 

Foto destaque: Neymar, camisa 10 do time parisiense Paris Saint-Germain (Foto: Reprodução Erwin Spek/Getty Images)

Mais Lidas