Notícias

Doria notifica PSDB e ameaça ir ao TSE para garantir candidatura

15 Mai 2022 - 16h00 | Atulizado em 15 Mai 2022 - 16h00
Doria notifica PSDB e ameaça ir ao TSE para garantir candidatura

O PSDB se localiza em momento de questionamento em relação à candidatura à presidência de 2022; o partido recentemente encomendou pesquisas para definir se o partido continua apoiando João Doria ou se “migra” o apoio para Simone Tebet. A partir dessa questão, Doria decidiu judicializar a postura do partido.

O PSDB chegou a receber notificação extrajudicial emitida pelos advogados do ex-governador de São Paulo; a solicitação consiste em que o partido considere e respeite as prévias tucanas do novembro passado. Se a notificação não bastar, João Doria está decidido a ir ao TSE para a validação das prévias.

 

"Solicitamos que você [Bruno Araújo] respeite o estatuto do PSDB e a vontade democraticamente manifestada pela ampla maioria dos trinta mil eleitores do nosso partido" Diz Dória em carta encaminhada ao presidente do partido.

 "Qual foi a nossa surpresa ao saber que, apesar de termos vencido legitimamente as prévias, as tentativas de golpe continuaram acontecendo. As desculpas para isso são as mais estapafúrdias, como, por exemplo, a de que estaríamos mal colocados nas pesquisas de opinião pública e com altos índices de rejeição, cinco meses antes do pleito". Completa o ex-governador.


 

        Presidente do PSDB, Bruno Araújo e ex-governador João Dória. Foto/ PSDB SP


 

 

A intenção central do partido é repassar os R$ 68 milhões que o PSDB destinará à campanha presidencial para distribuir entre os candidatos a deputado federal; isso seria motivo de descontentamento para a equipe de Doria que não estaria recebendo apoio na corrida para a presidência.

 

Após esses acontecimentos, o presidente do PSDB, Bruno Araújo, solicitou Comissão Executiva Nacional, neste sábado (14). A reunião Executiva está agendada para a próxima terça-feira (17).

 

Além disso, é importante ressaltar que o PSDB mostrou interesse na chamada “Terceira Via”, saída que visa uma candidatura única de centro como resposta alternativa para a candidatura do ex-presidente, Lula (PT) e o atual presidente, Jair Bolsonaro (PL). O PSDB manteve contato com o MDB e o Cidadania para a discussão dessa alternativa.

 

 

Foto em destaque: João Dória. Reprodução/ GettyImages.