Saúde e Bem Estar

EUA detectam primeiro caso de gripe aviária H5N1 em humanos

29 Abr 2022 - 12h00 | Atulizado em 29 Abr 2022 - 12h00
EUA detectam primeiro caso de gripe aviária H5N1 em humanos

O primeiro caso humano conhecido de gripe aviária H5 nos Estados Unidos foi registrado em uma pessoa no Colorado, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) nesta quinta-feira (28). Um homem de 40 anos testou positivo para o vírus da gripe aviária A (H5), ele estava envolvido no abate de aves que se presume terem tido a gripe aviária H5N1, disse o CDC em comunicado.

“Este caso não altera a avaliação de risco humano para o público em geral, que o CDC considera baixa”, acrescentou a agência.

As autoridades de saúde do Colorado chegaram a informaram, na noite desta quinta, que investigam um possível primeiro caso humano de gripe H5N1 nos Estados Unidos. Com 35 mil casos ja detectados, entre aves selvagens e comerciais. O país vive um surto de gripe aviária, em 29 estados, desde janeiro deste ano.

Ainda segundo o Departamento de Saúde Pública e Meio Ambiente do Colorado, o paciente está assintomática, e relatou apenas fadiga. O homem está isolado e recebendo medicamento antiviral.



Primeiro caso de gripe aviária é detectada nos Estados Unidos. (Foto: Reprodução/Dani Millington/Unsplash)


Os riscos de transmissão são baixos, segundo os cientistas, pois os vírus da gripe H5 se espalham entre aves selvagens e aves domésticas e, normalmente, não infectam humanos nem se espalham de pessoa para pessoa."Atualmente, não há casos conhecidos desse vírus da gripe H5 se espalhando entre as pessoas. Não há outros casos humanos confirmados no Colorado ou nos Estados Unidos no momento", ressalta a nota.

"Este resultado positivo é devido à exposição direta a aves infectadas em uma fazenda comercial no condado de Montrose. A pessoa, que é detenta em uma penitenciária estadual no condado de Delta, estava trabalhando com aves como parte de um programa de emprego pré-liberação, onde os participantes têm a oportunidade de trabalhar para empregadores privados e receber o salário vigente. O lote afetado foi sacrificado e descartado sob a orientação do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) e Departamento de Agricultura do Colorado", informou o estado.

Mesmo que as infecções humanas dos vírus H5 sejam raras, a exposição direta com as aves infectadas aumenta o risco. Os sintomas nos animais contaminados excretam vírus da gripe em sua saliva, mucosa e fezes. 

Foto Destaque: Reprodução/Reuters

 

Mais Lidas