Money

Economia mundial tem agenda movimentada nessa próxima semana.

21 Nov 2021 - 12h45 | Atulizado em 21 Nov 2021 - 12h45
Economia mundial tem agenda movimentada nessa próxima semana.

 

Depois de sete dias com Ibovespa operando em baixa, a expectativa para os dias que virão está ligada a agenda interna e seus informativos sobre a inflação e também do mercado de trabalho.

Quinta-feira (25/11), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA) será publicizado através do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A projeção do Itaú é de alta de 1,23% na base mensal, com isso a taxa nos 12 meses salta para 10,80%, comparado com 10,34 de outubro.

“ O dado provavelmente será pressionado por preços administrados, notadamente gasolina, GLP e energia elétrica. Entre os preços livres, esperamos aumentos expressivos em itens industriais, alimentação em casa (vegetais, frango) e serviços (como aluguel e comida fora de casa). Também importante, estão as medidas de núcleo de inflação, tanto de bens quanto de serviços, que devem seguir pressionadas nesta leitura”, analisam os economistas da instituição. 

Já a fundação Getulio Vargas (FGV), dará seu parecer sobre a atividade econômica de confiança do consumidor na quarta-feira (24/11), da construção na quinta-feira (25/11), e da indústria na próxima sexta-feira (26/11).


O mercado brasileiro é um bom investimento? Foto (Reprodução/GCFactoring)


Outros dados que também interessam ao mercado ganharão publicidade na sexta-feira (26/11), os dador do Cadastro Nacional de empregos e Desempregados (CAGED) do mês de outubro. O Bradesco diz que o saldo de contratações de empregos formais teve desacesleração na margem, em linha com o visto entre agosto, com base em agosto e setembro.

No Banco Central as atenções estão voltadas para o que será divulgado durante a semana. Quinta-feira (25/11). Será anunciada uma nota à imprensa do setor Externo. É de comum acordo que o mercado espera mais um déficit nas transações correntes, que são demonstrativos do fluxo de bens, serviços e rendas do país com o exterior.

26 de novembro, sexta-feira, o BC divulga relatório de crédito para outubro, nele, informações esmiuçadas sobre empréstimos pendentes, taxas de inadimplência e outras informações minuciosas avaliando o mercado de crédito.

No panorama político todos estão de olho na Proposta de emenda à Constituição que trata dos precatórios (PEC 23/21). Que depois de aprovada na Câmara, o texto ganga prosseguimento no Senado. Por isso a relevância dessa próxima semana. Ela irá mostrar a evolução dos debates nos dias que virão, sem esquecer as propóstas de fatiamento.


A saúde da moeda americana. Foto (Reprodução/GazetadoPovo)


Ainda no espectro da política, mas viajando para o futuro outubro de 2022, o PSDB prevê que no próximo domingo já terá definido seu candidato a Presidência da Republica para eleição do ano que vem. outra preocupação do partido é recuperar o status de grande, que foi maculadas eleições de 2018 após um desempenho aquém das expectativas. Tem uma parte da bancada do PSDB que está inclinada para o governo do presidente Jair Messias Bolsonaro, a outra está com a oposição.

Os que disputam a preferencia do partido são os governadores de São Paulo, João Dória, do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite. Arthur Virgilio, ex-prefeito de Manaus, é o azarão da disputa para ver quem vai ser a capa do partido para 2022.

Com relação as empresas, a Petrobras (PETR3;PETR4) faz encontro com investidores, dia 25 de novembro no Brasil e dia 30, em Nova Iorque. Usiminas (USIM5) vai estar com investidores na sexta-feira (26/11). Quarta-feira (24/11), uma assembleia vai acontecer na Sabesp (SBSP3), para eleger membros do conselho. Na sexta-feira (26/11) a Copel (CPLE6) promove AGE com o objetivo de ajustar o estatuto social.


O metal que sustenta o planeta. Foto (Reprodução/Asmetro-SN)


Economia na terra do Tio Sam

 Os indicadores americanos sobre a politica monetária estarão agitados na semana que começa. Já na segunda-feira (22/11) o total de casas usadas alienadas em outubro vai ganhar publicidade. O meio da semana também será cheio. Na quarta (24/11)os americanos conhecerão a variação do PCE no mês de outubro, esse é o indicador que o Federal reserve tem mais apreço. A estimativa segundo o Safra de alta mensal de 0,6% e anual de 5%, o que mostraria uma aceleração, comparando com setembro.

A ata da ultima reunião politica monetária, realizada pelo Fed no inicio de mês, divulgou oficialmente a redução de seu programa de compra de ativos. “O documento pode trazer mais informações sobre as condições para uma mudança no ritmo do aperto monetário no país”, pontua o Safra. Outro movimento importante e observado pelos investidores é a sucessão de Jerome Powel na presidência do Fed.

Nos Estados Unidos dia 25 de novembro tudo para, e os mercados americanos fecharão na quinta-feira para a celebração do Dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day). Nesse dia as famílias se reunirem para agradecer a Deus por meio de orações e festas, todos os acontecidos durante o ano corrente. Na sexta o dia também não será normal, o mercado encerra seus trabalhos e fecha a quitanda, às 15h (horário de Brasilia)

O mercado continuará de olho na divulgação que vai acontecer nesta terça-feira (23/11). O Índice de Gerente de Compras (PMI) preliminar para as economias da zona do euro, Reino Unido, Estados Unidos e Japão em novembro. O índice pode mostrar um impacto da ressurgência da covid na Europa, em cima do segmento de serviços, argumenta o Safra.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Novo-especulador-da-Berkshire-Hathway-analisa-mercado-de-ativos

https://inmagazine.ig.com.br/post/Matrizes-energeticas-sofrem-com-inflacao-alta

https://inmagazine.ig.com.br/post/Frango-vegano-Hiper-realista-e-a-nova-carta-que-a-Nestle-tira-da-manga-para-conquistar-mercado-de-carne-vegetal

O Banco Central Europeu e a ata da última reunião da instituição geram atenção para quinta-feira (25/11). A previsão é que na sexta-feira (26/11), Christne Lagarde, presidente da autoridade monetária, faça um discurso em uma conferencia da instituição sobre temas jurídicos.

 

Foto destaque (Reprodução/EconomiaBarbara)