Esportes

Ederson revela conversas com outros jogadores sobre Ancelotti na Seleção

21 Mar 2023 - 21h05 | Atulizado em 21 Mar 2023 - 21h05
Ederson revela conversas com outros jogadores sobre Ancelotti na Seleção

O futuro técnico da Seleção Brasileira ainda é um verdadeiro mistério, muitos nomes já foram cogitados mas até o momento nenhum anúncio oficial foi feito. Mas entre os jogadores que são convocados já acontece uma troca de conversas sobre quem poderá assumir o cargo, e o principal nome é do italiano Carlo Ancelotti.

Durante a coletiva de imprensa realizada hoje (21) pela CBF, o goleiro Ederson comentou sobre o técnico do Real Madrid, um dos cotados para assumir o comando da Seleção Brasileira. Ederson disse que o assunto é muito comentado entre os jogadores e que ele foi atrás de informações sobre o técnico com atletas do Real.

“Eu comentei com o Casemiro, Vini e Militão. Há grande possibilidade dele vir, é claro, então vamos em busca desse resultado para ele vir o mais rápido possível. Me falaram que ele é excepcional, todos gostam dele, é muito vitorioso. Veremos no futuro próximo se ele estará aqui ou não”, revelou o goleiro do Manchester City.


Vini Jr e Carlo Ancelotti comemorando a Champions do Real Madrid. Reprodução/Getty Images


"Mas pelo que todos me falaram, ele é um cara excepcional. Todos no grupo (do Real Madrid) gostam muito dele. É um cara que tem uma carreira muito vitoriosa, é só olhar o currículo dele. Veremos no futuro próximo se ele estará aqui com a gente ou não'', completou.

Ancelotti tem contrato com o Real Madrid até 2024, informações dão conta de que o técnico já havia dado um sinal positivo para a CBF.

Outro nome que surgiu na mídia para o comando da Seleção foi Pep Guardiola. O espanhol atualmente treina o Manchester City, Ederson revelou que também teve uma conversa com Guardiola sobre o assunto, de acordo com o goleiro, não parece ter possibilidade disso acontecer.

"Eu cheguei a comentar e brincar com ele, mas ele falou que não tem possibilidade, porque ele tem contrato com o City. Inclusive, há pouco tempo ele renovou por duas temporadas. Então, ele falou que não tem hipótese alguma", comentou o brasileiro.

Ederson comentou sobre a ausência do goleiro Alisson, que era titular absoluto da Seleção e não foi convocado para o amistoso.

“No primeiro momento em que eu vi a lista eu estranhei, mas é a decisão do treinador. São escolhas, eu pensava que ele estaria na lista, mas não esteve, não sei o motivo, se é questão de oportunidades a jogadores mais jovens. Mas temos que trabalhar, dar nosso melhor, a cada dia surge um bom jogador novo que pode assumir essa responsabilidade também”, disse Ederson.


Os goleiros Ederson e Alisson durante treinamento da Seleção. Reprodução/Google Imagens


Em dezembro do ano passado, Ancelotti havia dito que estava muito feliz em Madrid e só deixaria o clube espanhol caso fosse demitido.

"Não sei o que o futuro me reserva, vivo dia após dia. Por enquanto, estou muito feliz em Madrid, temos muitos objetivos a alcançar nesta temporada, haverá tempo para pensar no meu futuro. Tenho contrato até 30 de junho de 2024 e, se o Real Madrid não me mandar embora, não me mexo até lá", disse o treinador.

A Seleção Brasileira entrará em campo pela primeira após a saída de Tite e será comandada pelo técnico interino Ramon Menezes. O duelo será contra o Marrocos e acontecerá no próximo sábado (25) às 19h (horário de Brasília). O jogo será realizado no Estádio Ibn Batouta, em Tânger.

Foto Destaque: Ederson na Seleção Brasileira. Reprodução/Lucas Figueiredo/CBF