Money

Elon Musk e a cartada final para aquisição doTwitter

25 Abr 2022 - 23h59 | Atulizado em 25 Abr 2022 - 23h59
Elon Musk e a cartada final para aquisição doTwitter

Todo mundo sabe quem é o homem mais rico do mundo, sua relação de amor e ódio com o Twitter, e as intenções do bilionário em relação a rede social são claras não é de hoje. Finalmente ele conseguiu realizar seu desejo após travar uma batalha com o conselho de administração da plataforma fundada em 2006 por Jack Dorsey, Noah Glass, Evan Willians e Biz Stone.     

Hoje (25/04), na parte da tarde, o conselho da empresa outorgou a promessa de compra oferecida por Elon Musk, o preço por cada ação, em espécie, ficou em US$ 54,20. Na transação o Twitter foi avaliado em US$ 44 bilhões. “OConselho do Twitter conduziu um processo cuidadoso e abrangente para avaliar a proposta de Elon com foco deliberado em valor, certeza e financiamento. A transação proposta proporcionará um prêmio substancial em dinheiro e acreditamos que é o melhor caminho a seguir para os acionistas do Twitter”, declarou Bret Taylor, presidente da companhia.

Durante o dia as ações do Twitter (TWTR e TWTR34) subiram 6,25% e 8,70% no final da tarde, ao mesmo tempo os ativos da Tesla (TSLA e TSLA34), montadora de carros elétricos sofriam uma queda de 2,27% nos Estados Unidos, enquanto no Brasil subia 0,06%.

O primeiro flerte do homem mais rico do mundo com a rede social aconteceu no dia 4 de abril. Nessa data ele adquiriu 9,2% de participação na companhia pelo valor de US$ 2,89 bilhões. Dez dias se passaram e o sul africano fez sua proposta de compra total da empresa por US$ 46,5 bilhões. Com esse cenário os papeis do Twitter tiveram uma alta de mais de 30% neste mês.


Elon Musk concretiza a primeira fase do seu projeto Twitter. (Foto: Reprodução/MarketWatch).


 

A obstinação do empresário surtiu resultados, ele conseguiu capitalizar o valor prometido, e chamou a atenção do mercado com a criação de empresas controladoras da plataforma. Mesmo com todo empenho de Musk a rede social não mostrava animação com o movimento executado pelo bilionário a ponto de adotar um mecanismo ousado com o intuito de neutralizar a oferta do proprietário da Tesla, a pílula de veneno, que permite que a firma amplie a quantidade dos ativos ofertados, isso reduziria o valor das ações e dissolveria a participação do adquirente hostilizado.

O empreendedor tem posicionamentos críticos e divide com os seus devotos na rede social seus questionamentos sobre o regime da empresa e coloca em cheque o respeito que ela tem sobre as leis de liberdade de expressão. Com isso o Twitter agora passa a ser uma empresa de capital fechado. 

Musk declara seus planos de uma parte das diretrizes, dar condições para que tuítes longos sejam publicados e o compartilhamento do código fonte da plataforma, e outros pontos que incomodam o magnata. “A liberdade de expressão é a base de uma democracia funcional, e o Twitter é a praça publicadigital onde os assuntos vitais para o futuro da humanidade são debatidos”, afirma Elon Musk.

“Quero tornar o Twiiter melhor do que nunca, aprimorando o produto com novos recursos, tornando os algoritmos de código aberto para aumentar a confiança, derrotando os bots de spam e autenticando todos os humanos. O Twitter temum tremendo potencial – estou ansioso para trabalhar com a empresa e a comunidade de usuários para desenvolve-lo”, finaliza ele.

Foto destaque: Elon Musk. Reprodução/Divulgação