Notícias

Elon Musk é acusado de assédio sexual contra comissária de bordo, mas nega ter cometido

21 Mai 2022 - 20h24 | Atulizado em 21 Mai 2022 - 20h24
Elon Musk é acusado de assédio sexual contra comissária de bordo, mas nega ter cometido

O empresário bilionário, Elon Musk, negou e classificou como “totalmente falsas” as denúncias publicadas pelos jornais norte-americanos feitas por uma comissária de bordo, dizendo que ele teria a assediado sexualmente em um jato executivo no ano de 2016.

As ações da montadora de carros elétricos de Musk, a Tesla, desabaram 6% às 12h43 (horário de Brasília) de ontem (20).

A Business Insider fez uma publicação na quarta-feira (19), afirmando que a companhia de foguetes espaciais, SpaceX, havia pagado uma quantia de 250 mil dólares em 2018. O valor seria para resolver um caso de denúncia de assédio sexual envolvendo Musk e uma comissária de bordo de um jato executivo, que acusava o empresário de se exibir para ela.

A matéria citou uma fonte não identificada, que disse ser amiga da comissária em questão. A amiga fez uma declaração que está incluída no processo privado, de acordo com a reportagem.

Eu desafio esta mentirosa que afirma que sua amiga me viu me ‘exibindo’ – descreva apenas uma coisa, qualquer coisa (cicatriz, tatuagens) que não seja conhecida do público. Ela não vai conseguir fazer isso, porque isso nunca aconteceu”, escreveu Musk na noite de quinta-feira no Twitter.

Ainda não foi possível verificar a reportagem da Business Insider. Os representantes da SpaceX e também de Elon Musk não quiseram comentar o assunto, nem os tuítes do empresário.         

Musk veio ao Brasil esta semana para um encontro com o presidente Jair Bolsonaro, com o objetivo de tratar a conectividade da Amazônia.

A Business Insider afirmou: “Nós mantemos nossa história, que é baseada em documentos e entrevistas que falam por si mesmos.”



Musk foi citado na reportagem como dizendo que essa história contada pela comissária de bordo é uma campanha “politicamente motivada” e também disse que “há muito o que se fazer nessa história”.

Foto destaque: Elon Musk. Reprodução/GettyImages

Mais Lidas