Money

Elon Musk trava conversa sobre financiamento ao ameaçar compra do Twitter

08 Jun 2022 - 18h38 | Atulizado em 08 Jun 2022 - 18h38
Elon Musk trava conversa sobre financiamento ao ameaçar compra do Twitter

Os esforços de Elon Musk para conseguir novos financiamentos que limitariam sua contribuição monetária para a aquisição do Twitter foram suspensos perante a incerteza em relação ao acordo, segundo pessoas familiarizadas com o assunto.

O presidente da Tesla tem ameaçado sair do negócio de US$ 44 bilhões (R$ 215 bilhões) do Twitter. Segundo ele, a justificativa para isso é porque a rede social ainda não forneceu dados que reforcem a estimativa divulgada pelo próprio Twitter, sobre contas falsas ou de spam representarem menos de 5% da base de usuários. O confronto chegou em seu auge na terça-feira (6), quando os advogados de Musk enviaram uma carta para o Twitter, alertando-os que o bilionário pode deixar a transação de lado, a não ser que mais informações sobre a estimativa sejam divulgadas.

O bilionário negociava para conseguir de US$ 2 bilhões (R$9,7 bilhões) a US$ 3 bilhões (14,6 bilhões) em financiamento com um grupo de empresas de privaty equility lideradas pela Apollo Global. Esses diálogos estão agora suspensos até que haja clareza sobre o futuro da aquisição, relatou uma das fontes.


Elon Musk (Reprodução/Instagram)


A pausa dá o primeiro indício claro de que as ameaças do homem mais rico do mundo estão interferindo nas etapas que iriam ajudar para a conclusão o negócio. 

O Twitter insistiu até agora que Elon Musk está cumprindo a obrigação sob o contrato, o que inclui ajudar na aprovação regulatória para a transação.

Elon Musk movimentou a mídia nas últimas semanas devido a compra da rede social Twitter. Esse assunto repercutiu em toda a internet, principalmente depois que o bilionário criticou a equipe administrativa do Twitter, usando o próprio Twitter. A rede social também foi movimentada quando Musk falou que pretendia dar mais liberdade de expressão na rede social. Isso acabou deixando muitos usuários e investidores preocupados sobre o que poderia acontecer com essa iniciativa.

 

Foto em destaque: Elon Musk (Reprodução/Instagram)