Saúde e Bem Estar

Em 2030 obesidade pode afetar quase metade de brasileiros

17 Mar 2022 - 16h43 | Atulizado em 17 Mar 2022 - 16h43
Em 2030 obesidade pode afetar quase metade de brasileiros

Índices sobre obesidade mostra que o número entre adultos no Brasil dobrou de 2006 a 2019, segundo IBGE e tem previsão de piorar até 2030 alcançando quase a metade da população. De acordo com o estudo sobre Obesidade e Doenças Crônicas não Transmissíveis, numa escala de 10 brasileiros 7 poderão estar obesos. A Pesquisa Nacional de Saúde divulgou em 2019 que 60% das pessoas a partir de 18 anos, o que correspondia a um total de 96 milhões e que os obesos equivaliam a 25%, cerca de 41 milhões de acordo com a CNN.

De acordo com o portal Associação Brasileira para o estudo da obesidade e Síndrome Metabólica “em relação à obesidade infantil, o Ministério da Saúde e a Organização Panamericana da Saúde apontam que 12,9% das crianças brasileiras entre 5 e 9 anos de idade têm obesidade, assim como 7% dos adolescentes na faixa etária de 12 a 17 anos. No site também é possível calcular o Índice de Massa Corporal (IMC). Essencialmente dividindo o peso do indivíduo pela altura ao quadrado.

Em média a faixa da normalidade é considerada entre 18,5 e 24,9 Kg/m2 e a obesidade acima de 30 kg/m2, de acordo com Forbes.

Estando acima do peso a pessoa pode ficar mais vulnerável a doenças cardiovasculares, artrite, problemas intestinais, como tumores, podendo também desenvolver artrose, pedras na vesícula, colesterol alto, problemas respiratórios, impotência sexual, infertilidade, entre outros problemas.

Este problema é agravado por falta de programas voltados a conscientização da saúde e da própria obesidade, pouco incentivo à prática de atividades físicas, alimentação adequada e acessos desiguais à saúde, seja a precariedade de serviços gratuitos ou pela inacessibilidade financeira aos planos. Para superar esse desafio foi criado o Dia Mundial de Combate à Obesidade, chancelado no dia 4 de março, também sendo utilizada no Brasil como o dia Nacional de Prevenção à Obesidade.

 

Imagem Destaque: Imagem de Bruno /Germany por Pixabay