Esportes

Em meio a rumores de negociação com Juventus, Dí Maria posta foto com legenda misteriosa

20 Mai 2022 - 15h17 | Atulizado em 20 Mai 2022 - 15h17
Em meio a rumores de negociação com Juventus, Dí Maria posta foto com legenda misteriosa

O craque argentino Dí Maria deve deixar o PSG após o fim de seu contrato. Diversos veículos de comunicação italianos afirmam que o atleta estaria negociando com a Juventus. Em meio a essa indefinição do futuro de sua carreira, o argentino postou uma foto em sua rede social com uma legenda agradecendo os companheiros de equipe. 


Postagem do atleta em tom de despedida


Dí Maria chegou ao clube parisiense em 2015, vindo do Manchester United, em uma passagem que não deixou saudades à torcida do gigante inglês. O jogador é um dos grandes nomes da sua geração argentina, juntamente com Messi, Aguero e Higuaín. Pelo clube francês, Dí Maria foi cinco vezes campeão do Campeonato Francês, ganhou cinco títulos da Copa da França, quatro Copas da Liga e quatro Supercopas da França. Além disso, ajudou o time de Paris a chegar em sua primeira final de Champions League. Na ocasião, o clube enfrentou o Bayern e acabou derrotado por 1 a 0. 

Na atual temporada, Dí Maria foi pouco utilizado pelo técnico Mauricio Pochettino. Além disso, após a chegada de seu compatriota Lionel Messi, o atleta perdeu ainda mais espaço no elenco do PSG. Com isso, o argentino não deve renovar seu contrato e pode integrar o time da Juventus na próxima temporada. A chegada do jogador no clube italiano poderia suprir a recente ausência deixada por Dybala. O argentino estava na Juventus desde 2015 e anunciou que após sete anos, ele não seguirá no clube italiano na próxima temporada. 


Dí Maria pode ir para clube italiano


Dí Maria foi um dos principais jogadores na conquista da Copa América pela Argentina. Após 28 anos sem conquistar nenhum título, a seleção comandada por Lionel Messi venceu a competição realizada no Brasil. Na final contra o próprio Brasil, Dí Maria marcou o único gol da partida, que deu a taça para os hermanos. A seleção argentina vinha de derrotas dolorosas, como os dois vices nas Copas América 2015 e 2016 e a derrota na final da Copa do Mundo 2014.  

 

 

Foto Destaque:  Franck FIFE/AFP 

Mais Lidas