Saúde e Bem Estar

Entenda como ter noites de sono ruins pode ocasionar ganho de peso

20 Abr 2022 - 19h53 | Atulizado em 20 Abr 2022 - 19h53
Entenda como ter noites de sono ruins pode ocasionar ganho de peso

Ter uma noite ruim de sono, pode causar muitas consequências para a saúde. Além do cansaço no dia seguinte, uma noite mal dormida pode causar estresse, falta de concentração e até dores de cabeça. 

O que muitas pessoas não sabem é que uma noite ruim de sono, pode está diretamente ligado à obesidade. Um estudo realizado pelo Journal of the American College of Cardiology (JACC), concluiu que é mais fácil adquirir gordura corporal e aumento significativo de calorias nos dias em que o sono é ruim. 

Dormir pouco te faz comer mais, durante o dia e à noite, e geralmente coisas não saudáveis. Esse superávit calórico se transforma em um sobrepeso, e a longo prazo pode virar obesidade.  

O estudo analisou 12 indivíduos saudáveis e não obesos, durante 21 dias. Durante esse período, quando dormiam cerca de quatro horas, que é considerado pouco, eles consumiram mais calorias do que nos dias em que tiveram cerca de nove horas de sono, considerado bom. 

Segundo especialistas, o ideal é dormir oito horas por noite para garantir o sucesso da dieta e também para a manutenção da saúde.

Bruno Moura Lacerda, especialista em medicina do sono pela Associação Brasileiro do Sono (ABS), explica que ‘embora esse seja o padrão, é preciso considerar o ritmo biológico de cada pessoa.’

Uma pesquisa levantada pelo IBGE (Instituto Brasileito de Geografia e Estática) diz que mais de 13 milhões de brasileiros trabalham na parte da noite e, consequentemente, alteram o relógio biológico. Adquirir esse ato também proporciona ganho de peso e sedentarismo. 


Celular antes de dormir (reprodução/InstitutodoSono)


O uso de celular antes de dormir é uma das principais causas relacionadas à insônia. A luz azul emitida do telefone celular estimula o cérebro a permanecer mais tempo ativo, afastando o sono e desregulando o ciclo biológico de sono-vigília.

Além da insônia e a baixa qualidade de sono, essa prática pode aumentar as chances de depressão ou de pressão alta.

 

Foto destaque: (reprodução/InstitutodoSono)

Mais Lidas