Money

Especialista em tráfego para negócios locais dá dicas fundamentais de como precificar um serviço

06 Jun 2022 - 18h36 | Atulizado em 06 Jun 2022 - 18h36
Especialista em tráfego para negócios locais dá dicas fundamentais de como precificar um serviço

Uma das tarefas mais difíceis para um profissional que trabalha com gestão de tráfego para negócios locais, sem dúvidas nenhuma, é na hora de precificar o seu trabalho. Após o primeiro contato com o cliente, reunião e as primeiras apresentações, chega a hora de dar o valor para o empresário. Por conta da falta de experiência ou por estar acostumado com trabalhos em CLT, o gestor de tráfego acaba tendo sérias dúvidas sobre o preço.


Fred Dias (Foto: Reprodução/Divulgação)


De acordo com o especialista Fred Dias, responsável pela criação do Método Agência Customizada, que ensina gestores de tráfego para negócios locais a aplicarem técnicas para atração de clientes, essa é uma das principais dúvidas na cabeça de um profissional.

Eu sempre pego por base o salário mínimo (R$ 1.212), que é o mínimo que uma pessoa prestando serviço deveria receber. Eu não concordo quando as pessoas dizem menos do que esse valor. Porque você tem o seu valor a partir do momento que você cobra. Se você não cobrar, você não tem nenhum valor. Você tem que ter uma linha”, explicou. 

O que fazer se estou iniciando?

Cobre menos aquilo que você acha que é importante. Se você não consegue e não tem uma mentalidade de cobrar por exemplo, pegando a base do salário mínimo, cobre 60% disso, que dá R$ 600. Menos que isso é uma desonra e afronta ao profissional. Acho que não é a questão de conseguir, é uma questão de posicionamento e até de humanidade”, responde Fred.

A importância da qualificação na hora de negociar

Na hora de negociar é preciso que os dois lados consigam avaliar tudo que está envolvido, principalmente em relação à qualidade do serviço. Neste ponto, a certificação do profissional e em qual contexto ele está inserido pode ser um grande fator na hora de cobrar alto ou mais baixo. De acordo com Fred Dias, certificações como o do Google e Facebook não podem faltar ao portfólio de um gestor de tráfego.


Fred Dias (Foto: Reprodução/Divulgação)


A coisa que mais vai categorizar um profissional que presta serviço é a qualificação dele. Hoje existe a certificação do Google. Poucos profissionais que prestam serviço do Google têm a certificação do Google. Então eu como se eu fosse um empresário contratando, eu questionaria. O seu preço vai interferir totalmente na sua qualificação dentro do mercado. O mercado vai te olhar de acordo com as suas qualificações”. 

Faça parte de grupos e mentoria com outros profissionais

Para o especialista, você estar ambientado com outros profissionais da área que estão atualizados passa mais segurança, credibilidade e a certeza de que o serviço oferecido será de excelência. Assim, ele aconselha que o gestor tenha contato constante com outros profissionais que enfrentam as mesmas dificuldades diárias. Dessa forma, essas ambientações poderão trazer experiências que poderão agregar na hora de precificar o serviço.

Eu tenho meu grupo principal que tem mais de 80 membros que faturam mais de R$ 50 mil com o método de agência customizada. Foram pessoas que seguiram o método que aprenderam comigo e hoje eles têm seus próprios negócios. Então esses ambientes são fundamentais para te trazer qualificações. Pois o empresário vai olhar a qualidade e excelência com base na qualificação da pessoa”, finalizou.

 

Foto destaque: Fred Dias. Reprodução/Divulgação