Beleza

Especialista revela se as vitaminas em goma são realmente eficazes

12 Mai 2022 - 13h50 | Atulizado em 12 Mai 2022 - 13h50
Especialista revela se as vitaminas em goma são realmente eficazes

O novo sucesso das redes sociais são as vitaminas em formato de goma com sabor, como se fossem guloseimas. Com certeza você já se deparou, ao navegar pelo instagram, com alguma publicidade desse mix de vitaminas e minerais em forma de bala, para auxiliar no crescimento e fortalecimento de unhas e cabelos.

O consumo dessas substâncias pode parecer a opção perfeita (e bem mais gostosa) para quem deseja ter unhas e cabelos saudáveis, sem precisar usar comprimidos. Mas, será que as gomas de vitamina são realmente benéficas para a saúde? Quais podem ser os riscos do consumo sem prescrição médica? A dermatologista da clínica André Braz, Lais Leonor, revela tudo o que você precisa saber sobre essa tendência gustativa.


Vitaminas em goma. (Reprodução: Foto/Getty Images).


Para entendermos melhor, é necessário saber como as gomas são produzidas. Segunda a especialista, os ingredientes podem variar dependendo de cada marca, mas os principais itens da composição são: colágeno, biotina, vitaminas A, D, B5, B6 e B12 e silício.

“Esses nutrientes, que podem ser obtidos em uma alimentação variada e saudável, têm um papel importante na atividade dos queratinócitos, células responsáveis pela produção de queratina – proteína presente na composição de cabelos e unhas”, explica Lais.

Porém, como nem tudo são flores, para garantir o gosto e formato de balas para esses ingredientes, muitas vezes é adicionado uma quantidade de açúcar e corante excessivos na composição, o que pode resultar justamente o efeito contrário do proposto:

“Existem fórmulas que trazem um complexo vitamínico repleto de açúcares, corantes, estabilizantes e aromas artificiais. É incoerente uma composição conter vitaminas, que são antioxidantes, juntamente com o açúcar. Essa junção cria um processo que chamamos de glicação, que gera a perda da função biológica dos nutrientes”, revela a dermatologista.

 Afinal, como saber se posso fazer uso das vitaminas em gomas?

Primeiramente, caso esteja observando o enfraquecimento de suas unhas ou cabelos, é importante procurar um especialista para identificar a causa do problema. Apenas se for concluído que a causa é nutricional, as gomas, que apresentarem a quantidade ideal para suas necessidades, podem ser úteis para o tratamento. Mas lembre-se, a quantidade ideal para consumo deve ser indicada pelo médico, devendo ser seguida à risca.

“O hábito de tomar complexos vitamínicos em excesso pode ocasionar um quadro de intoxicação, principalmente pelas vitaminas A, D, E, K que são lipossolúveis, ou seja, se dissolvem na gordura. Elas podem se acumular no organismo e até mesmo piorar a queda de cabelo, por exemplo, gerando o efeito contrário ao desejado”, orienta Lais Leonor.

 

Foto destaque: Gomas de vitamina. Reprodução/Instagram.

Mais Lidas