Saúde e Bem Estar

Estudos revelaram que uma das sequelas da COVID está relacionado a memória

14 Mai 2022 - 08h58 | Atulizado em 14 Mai 2022 - 08h58
Estudos revelaram que uma das sequelas da COVID está relacionado a memória

Uma pesquisa feita entre abril de 2021 e janeiro de 2022, mostrou sequelas da COVID  relacionadas a perda de memória, assim como deficiências na concentração, atenção e fluência verbal. 

A pesquisa foi feita com 614 pessoas que tiveram Covid. Entre elas a jornalista Rhayanna Ferreira Araújo, que relatou que antes da doença chegava a ler dez livros por mês e depois passou a não se lembrar de mais nada ao virar uma página.

‘De repente eu não era mais aquela pessoa. Fui percebendo que ao chegar ao final de cada capítulo, já não sabia mais o que tinha lido. Era uma coisa muito estranha’, contou ela. 

Depois de ler uma pesquisa que relaciona a memória com a Covid, jornalista começou a fazer um tratamento que estimula a neuropsicologia e a capacidade cognitiva.

A pesquisa inédita foi realizada na Rede Sarah, que também oferece tratamento a alguns pacientes.

‘Da mesma forma que foi afetado para muita gente a área de sentir o cheiro, o gosto, foram afetadas áreas como da memória, da atenção’, explica Lúcia Willadino Braga, presidente da Rede Sarah.


Sequelas da Covid (reprodução/R7)


Outro caso que chamou atenção durante a pesquisa foi do gerente de RH Eduardo Araújo Leite. Ele começou a esquecer coisas simples do dia-a-dia, porém a ocasião mais preocupante foi quando ele saiu de casa para ir trabalhar e esqueceu para onde estava indo.

“Precisei ir trabalhar de ônibus. Botei o fone de ouvido e fui, mas não sabia para onde estava indo. Cheguei no terminal, desci e falei: ‘Meu Deus, o que eu estou fazendo aqui?’”, relatou.

Eduardo também deu início ao tratamento, e está contando com ajuda dos colegas de serviço, para dar conta das demandas do trabalho. ‘A ajuda da minha equipe tem feito muito bem, e o tratamento tem funcionado’, afirma.

 

Foto destaque: (reprodução/Pixabay)