Esportes

FIFA e UEFA excluem equipes russas de seus torneios

28 Fev 2022 - 16h31 | Atulizado em 28 Fev 2022 - 16h31
FIFA e UEFA excluem equipes russas de seus torneios

O mundo do futebol começou à aplicar severas sanções à entidades esportivas russas por conta da invasão militar à Ucrânia. Nesta tarde, a FIFA anunciou que a federação de futebol da Rússia está proibida de participar de seus torneios. A decisão foi tomada em conjunto com a UEFA, e se estende à todas as equipes russas, incluindo seleções masculina e feminina, seleções de base e as equipes do país. A Rússia ainda pode contestar a decisão no Tribunal Arbitral do Esporte.

Após essa decisão, a seleção russa não disputará mais as eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar. No dia 24 de Março, a Rússia enfrentaria a Polônia na repescagem das eliminatórias para a Copa,  mas a federação de futebol polonesa já havia deixado claro que não enfrentaria a Rússia em nenhuma circunstância, mesmo posicionamento adotado por Suécia e República Tcheca, que enfrentariam o vencedor da partida entre Polônia e Rússia.


Comunicado oficial da fifa foi via redes sociais: Créditos: Reprodução/Twitter


Ainda não foi decidido se a Polônia ficará à espera do vencedor entre Suécia e República Tcheca ou se a UEFA definirá outra equipe para o lugar da Rússia. Essa situação é mesma em que o RB Leipzig se encontra, o clube alemão enfrentaria o Spartak de Moscou pela Europa League em Março. A Eurocopa Feminina terá início em Julho, a seleção russa passou por Portugal nos playoffs para se classificar para a competição, a tendência, é que a seleção portuguesa consiga a vaga.

Esse foi o segundo banimento sofrido pelo esporte russo no dia de hoje, o Comitê Olímpico Internacional emitiu um comunicado às federações das modalidades para que os atletas da Rússia e Bielorrússia sejam excluídos de todas as competições internacionais.

Além disso, a UEFA e o clube alemão Schalke 04 encerraram seus contratos de patrocínio com a empresa russa Gazprom, que é a maior exportadora de gás do planeta. A empresa que tem mais da metade das ações em poder do governo russo, patrocinava o Schalke desde 2007 e pagava ao clube alemão cerca de 9 milhões de Euros (R$ 52 milhões) por temporada, mesmo na segunda divisão, em caso de acesso, o valor passaria para 15 milhões de Euros (86 milhões de reais). Com a UEFA, a Gazprom exibe sua marca nas competições europeias  desde 2012, e mantinha um contrato de 455 milhões de reais.

Foto Destaque: Taça da Copa do Mundo em evento da FIFA: Créditos: Reprodução/ Kurt Schorrer/EPA