Esportes

FIFA encaminha mudança de 23 para 26 convocados na Copa do Mundo

01 Abr 2022 - 21h15 | Atulizado em 01 Abr 2022 - 21h15
FIFA encaminha mudança de 23 para 26 convocados na Copa do Mundo

Após o sorteio que definiu os grupos para a Copa do Mundo de 2022, os 29 técnicos das seleções já classificadas se reuniram para discutir alguns aspectos da organização do torneio. A principal pauta foi a mudança de 23 para 26 jogadores convocados. O encontro em Doha não confirmou a alteração, mas deixou bem encaminhada a adição de mais três atletas a lista final.


Tite durante o sorteio dos grupos para a Copa do Mundo (Foto/Franck Fife-AFP)


Desde a Copa de 1974, a FIFA permite a convocação de 23 jogadores, sendo 20 de linha e três goleiros. Entretanto, por conta da pandemia de covid-19, a tendência é que a entidade permita a convocação de 26 atletas nesta edição. Além dos 11 jogadores titulares, caso a mudança seja aprovada, os outros 15 convocados poderão ficar no banco de reservas.

A comissão técnica da seleção brasileira é favorável e uma das principais defensoras da mudança: "Não está definido ainda, é uma tendência, todos os técnicos se manifestaram dessa forma. Alguns têm a intenção de fazer dessa forma, outros não, sentiram dificuldade quando coloca jogador a mais e, daqui a pouco, não consegue administrar essa situação. A FIFA ouviu a todos e deve definir essa situação na sequência. Eu sou a favor dos 26", disse Tite.

O argumento dos países que são contra a mudança é a diferença de qualidade e opções para a convocação entre as favoritas e demais participantes. Por outro lado, as seleções que defendem o aumento de jogadores convocados são contra a ideia de precisar cortar três jogadores em cada rodada. Além de ampliar o leque de atletas na delegação, Tite explica que com 26 jogadores as equipes terão mais possibilidades de mudarem o de jogo: "Oferece alternativas táticas e técnicas, na medida que tem essa busca da titularidade, é normal, a gente fomenta. Tendo cinco substituições e essas possibilidades, sim. Eu olhei para a nossa realidade no sentido de pleitear 26 jogadores", analisou o técnico da seleção brasileira.

 

 

Foto destaque: Tite após a reunião com os técnicos participantes da Copa. Reprodução/Frank Fife-AFP.

Mais Lidas