Tech

FaZe Clan: empresa de e-sports pode ser a primeira do ramo a atingir US$ 1 bilhão

01 Nov 2021 - 13h26 | Atulizado em 01 Nov 2021 - 13h26
FaZe Clan: empresa de e-sports pode ser a primeira do ramo a atingir US$ 1 bilhão

Anunciado no início da semana passada, a empresa profissional de esportes eletrônicos FaZe Clan pode ser a primeira do ramo a atingir o valor de mercado de US$ 1 bilhão após firmar um acordo com a SPAC para abrir capital numa das bolsas de valores norte-americana, a NASDAQ.

O contrato prevê que os acionistas da FaZe ficarão com 68% da firma que surge proveniente desse investimento. Nomes conhecidos pela mídia também estão registrados como sócios na operação, como os músicos Pitbull, Swae Lee e Offset; os jogadores profissionais Kyler Murray, Ben Simmons e Nyjah Huston; e o notável executivo do mundo da música, Jimmy Iovine.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Global-Foundries-Incorporation-tem-avaliacao-de-U-26-bilhoes-em-seu-primeiro-dia-na-Nasdaq

https://inmagazine.ig.com.br/post/Microsoft-destrona-Apple-como-a-empresa-mais-valiosa-do-mercado-de-capital-aberto

https://inmagazine.ig.com.br/post/Batatinha-frita-1-2-3-ganha-um-novo-formato-em-game

Uma vez capitalizada, a FaZe pretende associar os investimentos no desenvolvimento de marcas e produtos, e em conteúdo profissional. Supõe-se que a comercialização da entidade na bolsa da NASDAQ poderá captar o valor de até US$ 291 milhões.

A avaliação bilionária será considerada um recorde internacional para a indústria assim que alcançada oficialmente. Estima-se que o mercado dos e-sports movimente US$ 2 bilhões até o ano de 2024.

A Forbes, empresa de mídia global focada em negócios e economia, já havia avaliado a FaZe Clan em 2020 como a quarta empresa de e-sports mais valiosa do mundo com US$ 305 milhões.


Capa de 2021 da Sports Illustrated estampando a equipe da FaZe Clan. (Foto: Reprodução/Sports Illustrated).


A FaZe Clan foi criada em 2010 por um grupo de jogadores de Call of Duty, série de videogames em primeira pessoa sobre guerra e tiros, após alcançar um número expressivo de seguidores em virtude de sua forma inédita de jogar o game. O atual CEO é um dos ex-presidente da gravadora Capitol Records, o qual fechou parcerias com marcas grandes, como McDonald’s, DC Comics e Doritos. Dentre os fundadores, encontra-se o brasileiro Thomas Oliveira (cujo codinome é “Temperrr”).

Em 2021 foi a primeira empresa de esportes eletrônicos a ser capa da revista Sports Illustrated.

 

Foto de destaque: Reprodução/Sports Illustrated.