Money

Facebook renova a função do Feed Notícias para atrair usuários mais novos

22 Jul 2022 - 21h23 | Atulizado em 22 Jul 2022 - 21h23
Facebook renova a função do Feed Notícias para atrair usuários mais novos

De acordo com as informações extraídas da página oficial da revista Forbes, nesta sexta-feira (21), a cooperadora estudanidense Meta teria feito o anúncio da reformulação do Facebook, em principal, a função do feed. A coorporação explica que a iniciativa busca priorizar o aparecimento de novas produções, que serão possibilitadas pelo aplicativo, sob uma estratégia de repaginação, para se inserir as mudanças de estilo que os aplicativos vem sofrendo, além do recurso atrair espectadores mais jovens, concorrendo com o outro aplicativo de vídeo curto, o TikTok.


Facebook (Foto: REUTERS/Dado Ruvic)


Nesses últimos meses, os executivos do Meta mostraram urgência no aumento da ferramenta ‘Reels’, similar ao formato de vídeo curto do TikTok, e que tem conquistado a popularidade entre usuários mais jovens.

Em comunicado a Meta argumentou que, "a página principal do feed de notícias do Facebook em que os usuários visualizam no abrir do aplicativo, passará a ter postagens populares de contas que os usuários não seguem, incluindo reels e stories."

A promessa de novas atualizações do Facebook, indica a presença de postagens aos usuários por meio de um sistema de classificação de aprendizado de máquina, além do investimento em inteligência artificial para fornecer a recomendação de novos conteúdos.

O feed passará por uma transformação, ao ser movido para uma nova guia separada de notícias atual, os usuários poderam assistir as postagens recentes de amigos, páginas e grupos em que os mesmos poderão escolher ativamente seguir. Também serão incluídos na ferramentas os anúncios, todavia a Meta complementou que não haverá postagens sugeridas para o usuário.

O chefe do aplicativo Instagram, Adam Mosseri, anunciou em maio, a realização de testes numa experiência de visualização mais imersiva no estilo TikTok, enquanto o presidente-executivo Mark Zuckerberg disse em abril, que a empresa estava investindo significativamente em inteligência artificial e aprendizado de máquina para conseguir o apoio da ideia “motor de descoberta”.

Foto de detasque: Feed de Notícias (Foto: Reprodução/The Verse)