Esportes

Federação Portuguesa de Futebol também critica plano da Fifa sobre a Copa do Mundo

17 Set 2021 - 18h13 | Atulizado em 17 Set 2021 - 18h13
Federação Portuguesa de Futebol também critica plano da Fifa sobre a Copa do Mundo

Mais uma vez, outra entidade de futebol vem criticar a Fifa sobre seu plano de realizar a Copa do Mundo a cada 2 anos, dessa vez, por um comunicado assinado em conjunto pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Liga Portuguesa e outras entidades do futebol.

Anteriormente, havia sido a UEFA, Conmebol e a Associação das Ligas Euroupeias que reagiram negativamente a redução do intervalo de anos da competição. Enquanto o plano da Fifa não for concretizado, a Copa do Mundo seguirá no modelo padrão de intervalo, a cada 4 anos.

No comunicado Português, as entidades de futebol argumentam que o calendário esportivo de futebol irá ficar sobrecarregado, além dos impactos a saúde física e mental dos jogadores, podendo gerar o aumento de risco de lesões. 



Gianni Infantino ao lado da Seleção de Portugal e do presidente da FPF, Fernando Gomes, em 2016.
(Foto: Reprodução / Armando Franca / AP / Extra / Globo)


A nota também realça que a Copa do Mundo já terá uma mudança significativa, o aumento de 32 para 48 participantes, previsto para o Mundial de 2026, e por isso seria inoportuno outra modificação agora: "Resulta claro que não podemos ser favoráveis a que uma medida destas seja implementada e ainda menos como resultado de um processo de consulta inexistente", diz um trecho do comunicado.

https://inmagazine.com.br/post/MC-Livinho-esta-proximo-de-sua-estreia-como-jogador-de-futebol

https://inmagazine.com.br/post/Clubes-tentam-novo-recurso-para-impedir-que-Flamengo-tenha-publico-em-jogos-do-Brasileirao

https://inmagazine.com.br/post/Neymar-e-criticado-por-Zelia-Duncan-em-rede-social-Decepcao-como-cidadao

As primeiras críticas a uma eventual mudança no intervalo das Copas do Mundo vieram logo no início do mês, da parte do presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, e do mandatário da Conmebol, Alejandro Domínguez, entre outras entidades.

No entanto, a Fifa segue trabalhando em seus planos de mudar as caracteristicas da maior competição de futebol. Nesta semana, a entidade divulgou o resultado de uma pesquisa global, feita de forma online com cerca de 23 mil pessoas, com mais de 15 mil respostas favoráveis (65%). A Fifa prometeu realizar outra enquete com mais de 100 mil torcedores em mais de 100 países, assim, tentando se apoiar no público para que possa insistir em suas idéias para a Copa.

Foto Destaque: Reprodução / Goal / Getty Images