Esportes

‘Ficamos sem energia mental e física’, diz Abel após derrota do Palmeiras para o Ceará

10 Abr 2022 - 12h00 | Atulizado em 10 Abr 2022 - 12h00
‘Ficamos sem energia mental e física’, diz Abel após derrota do Palmeiras para o Ceará

No último sábado, o Ceará foi um visitante indigesto para o Palmeiras e venceu a equipe paulista por 3 a 2, no Allianz Parque, pela estreia das equipes no Brasileirão 2022. Após a derrota, o técnico português Abel Ferreira chamou a responsabilidade do resultado para si e afirmou que o campeão paulista esteve muito abaixo do nível de costume. Na coletiva depois da partida, Abel também lembrou do desgaste da viagem do elenco para a Venezuela na última quarta-feira para a estreia na Libertadores, diante do Deportivo Táchira.


Jogadores comemoram gol Mendoza em Palmeiras x Ceará (Foto: Reprodução/Ettore Chiereguini/AGIF)


“Foi o primeiro jogo. Isso não é como começa, é como acaba. Disse antes que esse campeonato vamos encarar jogo a jogo. Foi um jogo difícil, já não bastava o pouco tempo de recuperação mais a viagem supercansativa, e aos 16 minutos estar perdendo por 2 a 0 foi muito duro. Mas dar os parabéns ao nosso adversário e assumir que hoje nós não conseguimos. 2 a 0 aos 16, fomos atrás no 2 a 1, tivemos oportunidade de fazer o 2 a 2, mas temos de assumir que hoje não conseguimos”, disse o treinador.

Mesmo jogando em casa, o Palmeiras não conseguiu aplicar a intensidade habitualmente aplicada. O português também falou sobre isso.

Acho que hoje em função de como ocorreu no início, ficamos sem energia mental e física. Entramos... nosso adversário aproveitou muito bem com mais um dia de descanso, foram felizes, na primeira oportunidade fizeram o 1 a 0, depois o 2 a 0, por uma equipe como a nossa que costuma ser megaconcentrada e competitiva.”, disse Abel, que continuou:

O orgulho que sinto dos jogadores é o mesmo. Estou triste, os jogadores estão tristes, não fizemos um bom jogo, não fomos a única equipe que fez mau jogo. Não conseguimos ser a equipe que costumamos ser em casa. Pagamos caro pela falta de energia mental e física que costumamos ter. Assumo a responsabilidade inteira. Hoje não conseguimos.”

O Palmeiras volta a campo já na próxima terça, pela segunda rodada da Libertadores. O Verdão recebe o Independiente Petrolero, da Bolívia, às 21h30. O pouco tempo de descanso foi outro ponta da coletiva de Abel, que criticou o calendário.

Descanso como? Não temos tempo para dar descanso, como vamos, jogos em dois ou três dias. Tivemos 15 dias para preparar um troféu e conquistar um titulo, o paulista. Hoje não conseguimos, não vou dar desculpa nem dizer do árbitro. Nossa equipe não conseguiu”, lamentou Abel.

Foto destaque: Abel Ferreira em Palmeiras x Ceará. Reprodução/Ettore Chiereguini/AGIF

Mais Lidas