Mundo Animal

Fóssil do maior dinossauro que já viveu na Europa foi encontrado na Inglaterra

17 Jun 2022 - 20h50 | Atulizado em 17 Jun 2022 - 20h50
Fóssil do maior dinossauro que já viveu na Europa foi encontrado na Inglaterra

Em um estudo liderado por um grupo de estudantes de paleontologia da universidade de Southampton, na Inglaterra, foi identificado um dos maiores predadores que já viveu na Europa. O líder da pesquisa Chris Baker, e seus colegas fizeram uma série de pesquisas sobre os ossos de um dinossauro de 125 milhões de anos encontrado em uma ilha no litoral britânico, Nick Chase, conhecido como o caçador de dinossauros encontrou a maior parte do material, o caçador morreu há dois anos atrás, porém, deixou um extenso legado na paleontologia.


Foto: Dinossauro. (Reprodução/Reuters)


O dinossauro se encaixa no gênero "Espinossauro", é dado esse nome para os dinossauros que possuíam espinhos nas costas e eram híbridos, conseguiam ir para debaixo d´água e também ficar na terra, o animal possuía 10 metros de comprimento e pesava algumas toneladas, se alimentava de peixes e de plantas, de acordo com Baker: "É uma criatura enorme. A julgar por algumas de suas dimensões, ele parece representar um dos maiores dinossauros que já foi encontrado na Europa senão for o maior", ressaltou Blake: "Os números não mentem muito provavelmente esse é o maior predador que já viveu no continente europeu."

A ilha de Wight possui 384 Km² e foi o local aonde acharam os ossos, a ilha é um dos locais mais ricos em resquícios da pré-história, já se encontraram mais de 20 espécies de dinossauros do início do período Cretáceo, esse foi um período que se compreende um intervalo entre 145 milhões e 66 milhões de anos atrás. 

Os fósseis do espinossauro foram encontrados perto de uma lagoa na Ilha e segundo os especialistas essa descoberta retrata como era a vida no planeta há mais de cem milhões de anos, o mega dinossauro possuía uma cabeça alongada e parecida com a de um crocodilo, de acordo com especialistas ele conseguia caçar peixes na superfície, de tão grande que era. 

 

Foto destaque: Espinossauro. Reprodução/FolhaPE