Esportes

Gabigol chega a marca de 200 gols na carreira e projeta um 2022 de muitas conquistas

15 Fev 2022 - 09h59 | Atulizado em 15 Fev 2022 - 09h59
Gabigol chega a marca de 200 gols na carreira e projeta um 2022 de muitas conquistas

Não é à toa que Gabriel Barbosa carrega a palavra ‘gol’ como apelido. Aos 25 anos, Gabi atingiu o feito de 200 gols na carreira. A marca foi alcançada no jogo do último domingo (13), em que o Flamengo venceu o Nova Iguaçu por 5 a 0 no Campeonato Carioca. O atacante converteu um pênalti, que é uma de suas especialidades.

Gabriel se mostrou satisfeito com seu desempenho, mas reforçou que a temporada está apenas começando e projetou um ano com muitas conquistas.

É uma marca muito expressiva, que me deixa muito honrado e ainda mais feliz por ter a completado com a camisa do Flamengo. Que possam vir mais e mais gols e eu siga ajudando a minha equipe. Os gols são importantes, claro, mas a prioridade é vencer os jogos. Acredito que comecei bem o ano e espero manter essa pegada, encontrar o melhor nível físico e técnico para evoluir cada vez mais. Tenho grandes objetivos na minha carreira em 2022”, disse o atcante para o Globo Esporte.


Gabigol treinando com a Seleção Brasileira. (Reprodução/ Twitter/ @gabigol)


O atacante estreio no futebol profissional aos 16 anos pelo Santos, contra o próprio Flamengo. Em sua primeira temporada, muitas vezes saindo do banco, fez dois gols em 13 jogos, sendo mais discreto. No ano seguinte, começou fazendo história ao marcar o gol 12 mil do clube santista em uma goleada contra o Botafogo-SP, durante o Campeonato Paulista, em 2014. A partir daí Gabriel se firmou como titular e, como o próprio diz, ‘o resto é história’.

Gabigol balançou a rede de diversas formas e fez gol para todos os gostos. Quem mais comemorou as finalizações do jogador foram os flamenguistas, logo atrás vem os santistas e em terceiro fica a quantidade de gols com a camisa da Seleção Brasileira.

Pelo Flamengo, Gabriel fez 107 gols. Pelo Santos, 84. Pelo Benfica e Internazionale, 1 gol em cada clube. Pela Seleção Olímpica, 2 gols. Pela Seleção Principal, 5.

Foto destaque: Gabriel Barbosa fazendo sua típica comemoração. Foto/ Reprodução/ Paula Reis.