Esportes

Glover Teixeira conquista o título dos meio-pesados do UFC aos 42 anos

31 Out 2021 - 10h20 | Atulizado em 31 Out 2021 - 10h20
Glover Teixeira conquista o título dos meio-pesados do UFC aos 42 anos

Na tarde de ontem (30) mais um belo capítulo foi escrito na história do MMA brasileiro, com a coroação do veterano Glover Teixeira como campeão mundial dos meio-pesados no UFC 267. Com performance incontestável o brasileiro derrotou o polonês Jan Blachowicz por finalização no segundo round.


Uma imagem para a história! Glover recebe o cinturão do UFC de Dana White após 20 anos de serviços prestados ao MMA. (Fotografia: Reprodução/Instagram)


O evento aconteceu na famosa “Ilha da Luta” em Abu Dhabi, com um card repleto de brasileiros além de duas disputas de cinturão. Glover bateu Blachowicz na luta principal e no co-main event houve a disputa do cinturão interino dos galos, Petr Yan venceu Cory Sandhagen.



Os outros cinco brasileiros da noite competiram no card preliminar. Em embate brasileiro Amanda Ribas derrotou Virna Jandiroba pelos pesos-palha, enquanto Elizeu “Capoeira” voltou a vencer batendo Benoit Saint-Denis. Já Ricardo Ramos e o debutante no evento Allan “Puro Osso” não tiveram tanta felicidade, sendo derrotados por seus oponentes.


Após vitória sobre Blachowicz, a emoção tomou conta de todos ao ouvirem as palavras do novo campeão. (Video: Reprodução/YouTube)


O evento teve grandes confrontos com os lutadores se apresentando muito bem, mas sem dúvida alguma quem roubou a cena na Etihad Arena foi o mineiro Glover Teixeira. A luta se desenrolou com Glover derrubando Blachowicz com facilidade em menos de um minuto de luta, com os dois se mantendo no solo, o brasileiro desferiu algumas cotoveladas e forçou o pescoço do campeão, que permaneceu na defensiva durante o assalto. O combate esquentou de fato no segundo round, com ambos os lutadores trocando golpes. Após um cruzado de Glover entrar, o polonês sentiu e o desafiante o derrubou, dominou as costas de Jan e o finalizou com um estrangulamento.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Manchester-United-vence-Tottenham-com-Gol-e-assistencia-de-CR7

https://inmagazine.ig.com.br/post/Rayssa-Leal-conquista-o-seu-segundo-titulo-da-SLS-no-ano-e-desbanca-rival-das-Olimpiadas

https://inmagazine.ig.com.br/post/Trio-de-brasileiras-se-classifica-para-final-de-etapa-do-Skate-Street-nos-EUA

Com uma carreira de mais de 20 anos no esporte, o mineiro que já foi até deportado dos Estados Unidos por ter residência ilegal, sagrou-se o rei dos meio-pesados em sua segunda oportunidade de título (foi derrotado por Jon Jones na 1ª tentativa em 2014). Emocionou a todos em sua entrevista pós-luta, inclusive o ex-campeão Daniel Cormier que o entrevistava, enquanto descrevia radiante sua trajetória até aquele momento glorioso.



Embalando sua sétima vitória consecutiva e se mostrando no ápice sua forma física e mental, o brasileiro de 42 anos se tornou o segundo campeão mais velho da história do Ultimate (atrás de Randy Couture que venceu aos 45 anos), ostentando agora um cartel de 33 vitórias e 7 derrotas.

Foto Destaque: Momento em que Glover Teixeira finaliza Jan Blachowicz e fatura o título dos meio-pesados do UFC. Reprodução/Instagram