Saúde e Bem Estar

Governo de SP revoga decisão de flexibilizar o uso de máscaras ao ar livre em dezembro

02 Dez 2021 - 12h40 | Atulizado em 02 Dez 2021 - 12h40
Governo de SP revoga decisão de flexibilizar o uso de máscaras ao ar livre em dezembro

 

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou na quinta-feira de hoje (2) que o estado revogou a medida que garantiria a flexibilização do uso da máscara em lugares públicos, a qual entraria em vigor a partir do dia 11 de dezembro. O recuo do governo estadual se justifica pela identificação dos três primeiros casos de pessoas infectadas pela nova cepa viral do Coronavírus, a variante Ômicron, na última terça-feira (30) em SP.

A decisão foi tomada em conjunto ao comitê científico que orienta o político, e divulgada no perfil do Twitter de Doria.



Com isso, o uso da máscara continua a ser obrigatório em qualquer ambiente, seja interno, externo, ao ar livre ou fechado; com especial atenção aos locais de grande circulação de pessoas, como transportes-coletivos, paradas de ônibus, e em estações de trem, metrô e ônibus.

“Na recomendação feita ao Governo de São Paulo, o Comitê Científico apontou que há incertezas quanto ao impacto da variante ômicron às vésperas do fim de ano. Os períodos de Natal e do Réveillon costumam provocar grandes aglomerações, o que facilita a transmissão de doenças respiratórias como a Covid-19”, resumiu a nota divulgada na mídia.

A medida de flexibilização havia sido anunciado durante a semana passada pela gestão estadual, muito embora o estado não tivesse atingido (na época do anúncio) a meta de redução dos indicadores da pandemia designada pela Secretaria de Saúde.

Na data de hoje, o estado já atingiu alguns dos indicadores anteriormente citados. A taxa de mortalidade, contudo, permanece acima daquela demarcada pelo próprio governo para seguir a regra da flexibilização.

A média móvel diária de mortes contabilizadas pelo estado de SP foi de 74 até ontem (1). A porcentagem equivale a 32% menor do que a registrada há 14 dias, dados que segundo os especialistas indicam uma tendência de queda.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Cidade-de-Sao-Paulo-atinge-100-da-populacao-maior-de-18-anos-vacinada

https://inmagazine.ig.com.br/post/Doria-considera-abandonar-candidatura-a-presidencia-em-prol-da-terceira-via

https://inmagazine.ig.com.br/post/Pelo-menos-70-cidade-de-Sao-Paulo-cancelam-carnaval-em-2022-por-conta-da-pandemia

Ainda, a média diária de casos apresenta características similares de queda: 897 registros com uma porcentagem de 32% inferior do que a divulgada há 14 dias.

 

Foto de destaque: Reprodução/Michael Amadeus.