Esportes

Guardiola se recusa a falar sobre os rumores de Haaland no City, 'Não me pergunte porque eu não vou responder'

18 Mar 2022 - 21h30 | Atulizado em 18 Mar 2022 - 21h30
Guardiola se recusa a falar sobre os rumores de Haaland no City, 'Não me pergunte porque eu não vou responder'

No início da semana, o jornal alemão Bild informou que o Manchester City estava próximo de um acerto com o atacante Erling Haaland, do Borrussia Dortmund. Embora os rumores apontem a terra da Rainha como um provável destino do craque norueguês, Pep Guardiola, técnico do City, não quis comentar a situação: "Não me pergunte porque eu não vou responder", disse o espanhol.


Guardiola durante Manchester City x Chelsea (Reprodução/Reuters)


Líder da Premier League com um ponto de vantagem do Liverpool, nas quartas de finais da Champions e Copa da Inglaterra, os Cityzens enfrentam o Southampton neste domingo pela Copa nacional. Durante a coletiva pré-jogo, Guardiola foi perguntado sobre as notícias envolvendo uma suposta ida de Haaland ao Manchester City e disse: "Não me pergunte porque eu não vou responder. Desde que cheguei aqui, todo mês vamos contratar 50 jogadores. Agora é impossível eu falar sobre alguns jogadores que não estão aqui".

Segundo o Bild, o Manchester City teria aceitado pagar a cláusula de rescisão de Halaand ao Borussia Dortmund, que tem o valor fixado em 75 milhões de euros. Fora o acordo com o clube alemão, os ingleses acertaram uma comissão de cerca de 80 milhões de euros que será paga ao empresário do atacante, Mino Raiola e ao pai do jovem atleta, ambos agenciam a carreira do atacante. A publicação ainda informa que o salário de Haaland será na casa das 600 mil libras semanais, isso tornaria o norueguês o atleta mais bem pago na Premier League.

Contratado na temporada 2019/20 pelo Borussia Dortmund junto ao Red Bull Salzburg por 20 milhões de euros, Haaland participou de 81 jogos pelos aurinegros, anotou 80 gols, distribuiu 21 assistências e conquistou a Taça da Alemanha em 2020/21. O centroavante chegaria no City para suprir a carência do camisa 9, posição que não foi reposta desde a saída de Aguero pelos ingleses. No início da temporada o clube de Manchester esteve próximo de contratar Harry Kane, do Tottenham, mas o negócio não foi sacramentado.

 

 

Foto destaque: Pep Guardiola e Erling Haaland. Reprodução/Getty Images-Metro.