Money

Homem das Dores, obra feita por Botticelli é leiloado em New York por 45 milhões

28 Jan 2022 - 20h55 | Atulizado em 28 Jan 2022 - 20h55
Homem das Dores, obra feita por Botticelli é leiloado em New York por 45 milhões

Cristo como Homem das Dores, obra feita por Botticelli é leiloado em New York por 45 milhões, após uma negociação que durou cerca de 7 minutos através do telefone. Ao fim a obra foi arrematada por um valor de US$ 39,3 milhões e acrescida das taxas e comissões passou para o valor de aproximadamente US$ 45,5 milhões. 

No entanto, essa não bateu o recorde de preço das obras vendidas deste pintor, o título de quadro mais caro ficou para o Jovem Segurando o Medalhão que foi vendida por um preço de US$ 92,2 milhões. Mas ainda assim, a obra superou as expectativas da sociedade de vendas Sotheby's, que foi responsável por organizar o leilão e que estava contato com um valor próximo de US$ 40 milhões ao todo.


Imagem de Sandro Botticelli exposta em Uffizi Galleries. ( Foto:Uffizi Galleries/greelane )


O pintor de grande importância é também responsável pelos afrescos que adornam a capela sistina e também as famosas e intrigantes pinturas, Primavera e O Nascimento de Vênus. A pintura vendida neste leilão é uma representação de Jesus que está rodeada de anjinhos em volta de sua coroa de espinhos, o fundo preto dá uma ideia de luto, mas também uma espécie de censura que a igreja seguia na época para dar a impressão de neutralidade. Além disso, suas mãos estão com as marcas dos pregos que o prenderam e com cordas amarradas, junto aos braços. 

Outro ponto interessante, e que deu para obra um acréscimo em seu valor com o tempo foi o fato que após análises a partir de do infravermelhos foi possível identificar a imagem de uma Virgem com um menino que estava escondida abaixo da camada de tinta sobreposta que apresentava o conteúdo conhecido.

A peça que se manteve longe do público até o século XIX  foi registrada na coleção da cantora britânica de ópera Adelaide Kemble e em seguida foi vendida por 10 mil libras para compradores em 1963 que a mantiveram distante do público por um significativo tempo, até uma breve exposição entre os anos de 2009 e 2010 em Frankfurt e por fim a sua venda neste ano. 

Obra do pintor Sandro Botticelli Man of Sorrows - Foto de Destaque: Sotheby's/CNN

Mais Lidas