Esportes

Hulk perde pênalti no fim, e Atlético-MG e Emelec empatam no Equador

29 Jun 2022 - 09h20 | Atulizado em 29 Jun 2022 - 09h20
Hulk perde pênalti no fim, e Atlético-MG e Emelec empatam no Equador

Na noite desta terça-feira (28), o tão esperado mata-mata da Libertadores teve seu primeiro confronto de oitavas de final, com direito a expulsão, polêmica com VAR e pênalti perdido no fim da partida. O Atlético-MG foi até Guayaquil enfrentar o Emelec, e saiu com um empate por 1 a 1. O jogo de volta será no próximo dia 5, no Mineirão.

Em um jogo disputado, o Galo foi superior em quase todo primeiro tempo, e saiu na frente no placar aos 15 minutos, após jogada de Hulk e Nacho Fernández, Ademir completou para o fundo das redes e colocou a equipe brasileira em vantagem no Equador. Os comandados de ‘El Turco’ Mohamed continuaram pressionando o Emelec, mas foram infelizes nas conclusões. A equipe equatoriana chegou com perigo apenas uma vez, quando Jackson Rodriguez acertou a trave de Everson.

Na segunda etapa, o Emelec ocupou mais o campo de ataque, porém, a primeira grande chance seria do Galo. Em contra-ataque veloz, Hulk rolou para Ademir, que chutou em cima do goleiro. Caso o gol tivesse saído, o mesmo seria invalidado, já que o VAR foi chamado para avaliar o começo da jogada, um empurrão de Nathan Silva em Cabeza dentro da área, e a penalidade foi marcada. Sebastián Rodríguez cobrou e empatou o duelo aos 13 minutos da etapa complementar.

O jogo esquentou, e o Atlético se atrapalhou no confronto. Aos 20 minutos, Allan se desentendeu com Jackson Rodríguez, o VAR foi novamente acionado e o volante acabou expulso por dar uma cotovelada no adversário. Apesar da desvantagem numérica em campo, o Galo teve chance de marcar com Ademir, mas o atacante desperdiçou. No fim da partida, aos 42 minutos, Hulk ainda sofreu pênalti. O próprio camisa 7 cobrou, mas o goleiro Pedro Ortíz defendeu a cobrança e deu números finais ao jogo de ida. Foi a terceira penalidade máxima perdida por Hulk com a camisa do Atlético, as três em Libertadores. 



O técnico Mohamed comentou o resultado e tranquilizou os torcedores. “O positivo foi que não perdemos e que a série está aberta. Se define em Belo Horizonte. Temos que descansar e corrigir o que deixamos de fazer, que trataremos da porta para dentro.”

Atual quinto colocado, com 24 pontos, o Atlético-MG volta suas atenções para o Brasileirão. No sábado (2), o Galo vai a Caxias do Sul enfrentar o Juventude, às 16h30, pela 15ª rodada.

Foto Destaque: Pedro Souza/CAM