Notícias

Israel inicia campanha de imunização em crianças

23 Nov 2021 - 18h30 | Atulizado em 23 Nov 2021 - 18h30
Israel inicia campanha de imunização em crianças

Nesta segunda-feira, 22, Israel começou a campanha de vacinação em crianças, na faixa etária de 5 a 11 anos, com o imunizante da Pfizer/BioNtechna esperança de conter uma súbita alta no número de infectados pelo vírus da covid-19.  No domingo, 21, depois de um adiamento, o primeiro carregamento da vacina infantil chegou a Israel.

 

Segundo o primeiro-ministro Naftali Bennett, junto com as autoridades médicas do país, decidiu que o processo de imunização teria que começar o mais rápido possível. A campanha de vacinação ocorrerá de forma gratuita, acontecendo nas clínicas dos planos de saúde existentes no país. O Ministério da Saúde, também, planeja vacinar as crianças em escolas ou em postos móveis.

LEIA MAIS

 

Como a imunização não será obrigatória, os pais podem decidir se vão, ou não, vacinar seus filhos, sem temerem alguma multa ou outra retaliação. Ao serem vacinadas, as crianças receberão o chamado ''Passe verde'', que é um documento dando acesso para entrar em cinemas, teatros, restaurantes, entre outros lugares públicos sem precisar fazer algum tipo de teste. 


 

 

Mãe acompanha filhos durante vacinação. (Foto:Reprodução/Istoé)


A campanha se iniciou na segunda-feira, em Tel Aviv, com um pequeno número de pais e filhos, em silêncio e em fileiras, esperando seus filhos receberem as doses. Nesta terça, é esperado o início da campanha a nível nacional. 

 

Com o começo da campanha de imunização, as autoridades esperam que mais pais saibam da importância da vacina. Segundo uma pesquisa recente de opinião, foi revelado que só 50% dos pais pretendiam ir vacinar seus filhos

 

“As crianças vão para a escola, se misturam com outras crianças, e estão fazendo muitas atividades sociais. Estamos muito animados para vaciná-las e voltar à vida normal”conta Katy Bai Shalom, que vacinou seus filhos na segunda-feira. 

 

Enquanto algumas dessas crianças riam e sorriam, outras se agarravam aos pais e choravam ao tomarem as doses em frente às câmeras de TV. De acordo com a imprensa local, mais de 20 mil pessoas marcaram hora para vacinar as crianças. Isso é considerado pouco, pois o número corresponde a 13% da população. 

 

Com mais de 9 milhões de pessoas, a população de Israel é relativamente jovem, que conta com cerca de 1,2 milhões de crianças, entre a faixa de 5 a 11 anos. Esse grupo era o que mais possuía novos casos, atingindo mais de um terço, de acordo com dados do Ministério da Saúde israelense. A questão da imunidade de rebanho, sem a vacinação em crianças, ainda é dúvida entre cientistas e oficiais. 

 

 

Foto Destaque: Reprodução/RFI/Maya Alleruzzo, File