Money

Jack Dorsey e seu NFT que já não é mais o mesmo, pelo menos em termos de valores de mercado

17 Abr 2022 - 20h51 | Atulizado em 17 Abr 2022 - 20h51
Jack Dorsey e seu NFT que já não é mais o mesmo, pelo menos em termos de valores de mercado

 

 

No longínquo ano de 2020 era criado um NFT que representava a primeira publicação no Twitter de Jack Dorsey, um dos criadores do Microblogging preferido de Elon Musk, o próprio Twitter. Dorsey idealizou uma imagem que representasse um tweet de cinco palavras por meio em um arquivo tecnológico guardado em uma blockhain, daí apareceu o NFT.

Meses se passaram e o ícone acabou vendido pela bagatela de US$ 2,9 milhões ( aproximadamente R$ 13,6 milhões em números atuais). Em 2022 uma realidade chegou sem avisar quando num leilão, que aconteceu na semana retrasada, o NFT não recebeu nenhuma oferta maior do que US$ 280 (R$ 1.300) pela efígie. E nada mudou com o passar dos dias, até sexta-feira(15) os lances não passaram de US$ 10 mil (R$ 47 mil), apresentando ao mercado uma espetacular queda de 99% de seu valor, um verdadeiro desastre no mundo dos negócios.


Sina Estavi e Jack Dorsey, comprador e vendedor. Pelas expressões da pra saber quem garantiu vantagem. (Foto: Reprodução/HalkTV).


NFT e a saga de Dorsey  

Mesmo atraindo muito pouco interesse no início, lembre-se que o NFT do empresário, em dezembro de 2020, recebeu poucas ofertas de milhares de dólares, é verdade que nessa época as figuras não eram tão populares assim. O que mudaria em março de 2021, quando o mercado turbinou os motores acelerando as vendas mensais no OpenSea dando um salto de valor que chegavam a US$ 150 milhões, o equivalente a R$ 707 milhões, referencia bem acima dos US$ 8 milhões em janeiro do mesmo ano.

Um dos que droparam essa onda foi o empresário iraniano do ramo daas criptomoedas, Sina Estavi, que obteve o NFT de Jack Dorsey por US$ 2,9 milhões. A justificativa pelo alto valor era a singularidade do produto criado, alem de estar ligado à uma empresa  muito valiosa.

Apesar do significado histórico que o NFT de Dorsey possui, a quantia de US$ de 2,9 milhões é na realidade injustificável. Esse caso concreto observado no caso de Estavi é um bom modelo do que o mercado chama de “teoria do mais tolo”.


Reza uma lenda no mercado conhecida como "teoria do mais tolo", e dizem que Sani Estavi embarcou nela. (Foto: Reprodução/BBC).


“Qual é a utilidade desse NFT? Jack dorsey leva você para um jantar no Vale do silício?”, fala jocosamente Mitch Lacsamana, chefe de marketing de um grupo de negociação de tokens e colecionador de NFTs. Qual a proposta de valor aqui? Acho que o tempo provavelmente já respondeu essa pergunta: nenhuma.

No dia 5 de abril, o NFT de Estavi foi colocado em leilão pelo preço de 14.969 ethers, o equivalente à US$ 50 milhões (R$ 235 milhões). Foi constrangedor. Ninguém deu lances maiores lances que US$ 280 (R$ 1.300). Foi informado pelo empresário que “ninguém sabe” por que os valores foram tão baixos.

Na verdade forma poucos os interessados levando a venda a sério. “Os licitantes acabaram percebendo o que aconteceu: um golpe publicitário. Uma maneira de fazer propaganda”, afirma Blake Moser, colecionador com mais de 400 tokens. “Eu acho que Sina Estavi conseguiu o que ele estava procurando, divulgação de seu NFT”.


Alguns dizem que mais do que vender, Sina Estavi na verdade queria aparecer como jogada de marketing. (Foto: Reprodução/GeekHaber)


Segundo Lacsamana, Estavi conseguiu seu intento que era aparecer para os colecionadores mas, essa atitude mostrou como ele parece não entender a dinâmica do mercado de NFTs, onde as mudanças são constantes. “O mercado não está pronto para embarcar em qualquer projeto que uma celebridade ou alguém de alta estatura possa lançar. Acho que o ano passado foi muito bom para isso, mas muitas pessoas se cansara, dessas táticas caça-niquel.”, conclui Lacsamana.

É verdade que o leilão deixou a vista que o suel dos NFTs no mercado diminui e a onda que impulsionou as negociações agora baixaram. Mas isso não significa que o movimento parou, ao contrário, ainda existem aqueles que ainda surfam a onda e isso deixa o mercado ativo por causa da quantidade de negociações. Essa massa de negociações varia entre US$ 2 a US$ 3 bilhões (R$ 9,4 e R$ 14 bilhões) mensais na OpenSea, operando acima dos US$ 150 milhões de 12 meses atrás. Algumas coleções de NFTs, como Bored Ape Yacht Club, mantiveram seus preços em recordes históricos.

Querendo ou não, a saga de Estavi, é um excelente exemplo de compra por impulso, ou seja, não é só você leitor que padece do mal. Essa combinação de compra por empolgação misturado ao remorso pós-compra gerou a necessidade de chamar atenção. A grande verdade é que a vida do empreendedor iraniano é cercada de muito mistério. A Oracle Bridge, startup de sua propriedade, investe na proposta que permite as plataformas de blockhain processarem dados tendo mais facilidade, só que a verdade parece outra e a empresa parece um roteiro de cinema mal escrito, só existe no papel.

Uma das alegações do iraniano é a de que ao ser preso no ano passado foi obrigado a encerrar as operações da fintech por nove meses, tempo que ficou encarcerado. Estavi diz, “Eles me acusaram de perturbar o sistema econômico”, declarou em tom misterioso. O empresário das criptomoedas mostrou que esta buscando um recomeço nos negócios.

No dia 13 (quarta-feira), o NFT do tweet de Dorsey obteve lances de US$ 10 mil (R$ 47 mil). Apesar dos reveses, Sina Estavi diz que não vende seu produto por nenhuma oferta que seja inferior a US$ 50 milhões.

Foto destaque: Reprodução/ TheNexus.

Mais Lidas