Celebridades

Johnny Depp volta a depor e nega agressão contra a ex-mulher Amber Heard

20 Abr 2022 - 14h50 | Atulizado em 20 Abr 2022 - 14h50
Johnny Depp volta a depor e nega agressão contra a ex-mulher Amber Heard

O astro dos cinemas, Johnny Depp, de 58 anos, participou de um novo depoimento em um tribunal do Condado de Fairfaix, na Virgínia (EUA) que ocorreu nesta terça-feira (19). O ator nega que tenha agredido a ex-mulher Amber Heard. "Nunca cheguei ao ponto de bater na Srta. Heard de forma alguma, nem nunca bati em qualquer mulher na minha vida", afirmou Depp.


Johnny Depp depõe em julgamento por difamação contra Amber Heard (Reprodução/foto: Estado de Minas)


Ele ainda alega ter sido difamado por Amber Heard após um artigo publicado no jornal Washington Post em 2018, onde dizia ser sobrevivente de violência doméstica. Segundo Depp, essa fala teria prejudicado a sua carreira e reputação.
Após três horas de depoimento, Depp disse que ele e Heard discutiam mas que nunca a agrediu.

Testemunhas chamada pelos advogados de Depp incluíram amigos do astro, um médico e uma enfermeira que disseram já ter tratado por abuso de substâncias, e que sabiam das discussões do casal, mas não testemunharam agressão física de Depp contra Heard

O ator Johnny Depp deve  retornar e testemunhar nesta quarta-feira (20) em um caso de difamação onde havia pedido US$50 milhões.


Johnny Depp durante o julgamento sobre o caso de difamação contra sua ex-esposa Amber Heard no Tribunal em Fairfax na Virgínia, EUA nesta quarta-feira (20) Reprodução/Foto: G1


Johnny Depp e Amber Heard estão separados desde 2016, quando Amber deu entrada no processo de divórcio. Na época, o TMZ informou que o motivo do divórcio eram "diferenças irreconciliáveis" e que Amber e Johnny já estavam separados anteriormente. Depois de uma semana, Amber alegou ter sofrido agressão.

 

Johnny Depp em julgamento no tribunal/Reprodução Foto Capa: G1