Esportes

Jovem Torcedor que foi hostilizado por torcida santista grava pedido de desculpas

09 Nov 2021 - 23h18 | Atulizado em 09 Nov 2021 - 23h18
Jovem Torcedor que foi hostilizado por torcida santista grava pedido de desculpas

Após a derrota do Santos no clássico paulista no último domingo (07 de novembro) contra o Palmeiras na Vila Belmiro, aconteceu uma situação que chamou a atenção de muitos torcedores santistas presente no estádio. Após o final da partida, o jovem torcedor Bruno do Nascimento, de apenas nove anos foi altamente hostilizado por uma parte da torcida santista depois de pedir e receber de presente a camisa do goleiro Jailson, do Palmeiras. 

Bruninho que também é jogador das categorias de base do peixe e frequentemente mostra em suas redes sociais seu amor ao Santos, publicou um vídeo para se desculpar com a torcida santista por ter feito o pedido da camisa.  



"Desculpa se alguém se ofendeu por que eu peguei a camisa do Jailson, é que eu gosto muito dele. E também gosto do Weverton, que é da seleção brasileira. Eu não sou palmeirense. É que eu gosto muito do Jailson. Eu fui em todos os jogos de 2019. E agora estou tentando recuperar esse tempo que não fui na Vila. Eu não sou palmeirense, eu sou santista."

O Santos já se manifestou e informou que para minimizar os impactos do transtorno causado pelos torcedores entrou em contato com pai de Bruninho e os convidaram para assistir de camarote o duelo entre Santos x RB Bragantino nesta quarta-feira (10 de novembro) na Vila Belmiro. 

 

Apesar da triste situação, algo muito importante aconteceu para jovem torcedor santista no Twitter. O influencer conhecido como Edu gol do rayo (@goldorayo) começou uma campanha para arrecadar camisas de diversos times do país e enviar para Bruninho. Além de alguns clubes já garantirem que mandarão a camisa, o Jogador Gabriel Barbosa, que ídolo para muitas crianças, também declarou em seu perfil no Twitter que também vai enviar uma camisa sua para o santista. 

 

Foto Destaque : Bruninho pede desculpa em Vídeo/ Reprodução/Twitter