Celebridades

Justiça de São Paulo determina ordem de despejo para o humorista Whindersson Nunes

20 Jul 2022 - 15h43 | Atulizado em 20 Jul 2022 - 15h43
Justiça de São Paulo determina ordem de despejo para o humorista Whindersson Nunes

O humorista Whindersson Nunes recebeu uma ordem de despejo referente a duas salas comerciais em São Paulo. O Tribunal de Justiça de São Paulo julgou procedente uma ação de despejo por irregularidades no pagamento do aluguel. 

Segundo a colunista Fábia Oliveira, do portal Em Off, no documento informa que a proprietária do imóvel, Erica Stefani Vita, entrou com uma ação pois há uma irregularidade com os pagamentos e descumprimento de um acordo entre eles. De acordo com a proprietária, Whindersson estava responsável por apresentar os comprovantes de pagamento. A quitação poderia ter sido provada pelo influenciador, através de recibo ou comprovante de consignação em pagamento, os quais não foram apresentados por ele, Dessa forma, o atraso no pagamento do aluguel fez com que fosse possível determinar a ordem de despejo e a rescisão do contrato.


Whindersson Nunes em seu Instagram (Foto: Reprodução/Instagram)


O juiz responsável pelo caso determinou que Whindersson desocupasse o imóvel em um prazo de 15 dias de forma voluntária, sem qualquer tipo de resistência. Além disso, o também cantor foi condenado a pagar sua dívida com Érica com multas e encargos, os aluguéis até o momento do despejo devem ser pagos. 

A proprietária dos imóveis afirma que tem direito de receber uma multa no valor de R$ 14.208,33, que se refere aos 31 meses em que o humorista não cumpriu o contrato. Segundo Érica, havia um acordo entre os dois onde Whindersson teria o benefício de um desconto no aluguel nas 12 primeiras mensalidades, no valor de R$ 500. Porém, o youtuber teria que instalar três aparelhos de ar-condicionado nas salas com um prazo de até 30 dias depois da assinatura do contrato, mas o acordo não foi cumprido por ele. Desta maneira, o valor dos descontos também estão sendo exigidos.

A decisão da 5ª Vara Cível do Fórum de Regional de Pinheiros tem a data de 6 de julho e até o momento, a assessoria de Whindersson Nunes não se pronunciou sobre a decisão da Justiça.

 

Foto destaque: Whindersson Nunes. (Reprodução/Instagram)