Cinema/TV

Killing Eve: roteirista da série sai em defesa de final polêmico

13 Abr 2022 - 19h02 | Atulizado em 13 Abr 2022 - 19h02
Killing Eve: roteirista da série sai em defesa de final polêmico

A série premiada ‘Killing Eve’ finalmente chegou ao final e causou bastante polêmica com seu desfecho. Com grande parte dos telespectadores indignados e reclamando do último episódio nas redes sociais, a roteirista Laura Neal, que assumiu o fim da série, teve que defender suas escolhas publicamente.

Ela deu uma entrevista ao TV Line para explicar o rumo que a trama tomou e a conclusão que foi dada.

“Não conseguíamos imaginar Eve e Villanelle numa vida doméstica por muito tempo. Elas estão destinadas a algo mais explosivo”, explicou Neal. “O que pareceu certo era promover um renascimento de Eve, que agora tem a chance de construir uma nova vida com tudo que Villanelle lhe proporcionou”.

LEIA MAIS

“E também pareceu certo para Villanelle. Ela é forjada em morte e destruição; parte dela ama isso. Esse é seu lugar, onde pertence. Na minha cabeça, é um final feliz para Villanelle de certa forma, pois ela conseguiu o queria: provar que mudou e mostrar isso para Eve”, concluiu.


Confira o trailer da última temporada de Killing Eve


Spoiler do último episódio

Depois de muitas reviravoltas na série, o último episódio mostrou as duas protagonistas Eve e Villanelle vivendo juntas e felizes, dando a entender que esse seria o final. Mas a ex-assassina profissional acaba levando um tiro de um atirador misterioso e cai na água. Eve tenta salvá-la, mas não consegue alcançar sua amada. A série termina com Eve aos prantos após ter perdido a mulher pelo qual se apaixonou ao longo da história.

A morte foi encomendada por Carolyn, que trabalhava ao lado de Eve para encontrar Villanelle e fazê-la pagar por todos os seus crimes, principalmente pelas vidas que tirou.

Sandra Oh, atriz que interpreta Eve Polastri, já tinha dito em entrevista que as duas provavelmente não terminariam juntas, mas ninguém podia imaginar um final tão trágico.

Foto destaque: Reprodução/BBC America