Esportes

Kimmich decide tomar vacina após sequelas da Covid

12 Dez 2021 - 20h02 | Atulizado em 12 Dez 2021 - 20h02
Kimmich decide tomar vacina após sequelas da Covid

Nos últimos dias, o atleta do Bayern de Munique, Joshua Kimmich, esteve nos holofotes do mundo do futebol e foi motivo de muitos debates. O jogador de 26 anos estava em quarentena desde o dia 6 de novembro após enfrentar o Freiburg pelo campeonato alemão e ter entrado em contato com uma pessoa com suspeita de estar contaminada com Covid-19. Os primeiros testes mostraram que o meia do Bayern havia contraído o vírus e por isso precisou ficar mais tempo afastado dos gramados para se recuperar. 


Kimmichi dizia ser contra a vacina (foto: Reprodução/AFP PHOTO / Patrik STOLLARZ)


Após testar negativo e ser liberado, foi diagnosticado que o jogador está com algumas pequenas infiltrações em seus pulmões e só deve ter condições para voltar aos gramados em janeiro de 2022.  

Agora, o jogador que liderou o posicionamento contrário à vacinação no Bayern e que havia dito não ter certeza sobre a vacina, porque não havia estudos suficientes sobre os efeitos dos imunizantes a longo prazo, disse em entrevista à emissora alemã “ZDF” que se arrependeu de não ter se imunizado e que vai fazer isso em breve.

Kimmich teve sua postura criticada pela Angela Merkel, chanceler na época, e diversos ex jogares do Bayern, como Mario Gómez e Phillip Lahm. O próprio clube chegou a cortar seu salário e de outros quatro jogadores que não haviam se imunizado, e mesmo assim o meia alemão continuou resistindo para não tomar a vacina. 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Atletico-MG-x-Athletico-PR-tudo-sobre-a-partida-de-ida-da-final-da-Copa-do-Brasil

https://inmagazine.ig.com.br/post/Flamengo-sera-campeao-da-Libertadores-no-ano-que-vem-afirma-Gabigol-em-podcast

https://inmagazine.ig.com.br/post/Verstappen-garante-a-pole-em-Abu-Dhabi-e-sai-na-frente-em-busca-pelo-titulo


A entrevista com o jogador alemão foi ao ar neste domingo (12/12) e foi a primeira vez que o atleta falou abertamente sobre seu posicionamento contra a vacina e sobre seu atual estado físico.  

No geral, era difícil demais para mim lidar com o meu medo e as minhas preocupações. Foi por isso que eu fiquei durante tanto tempo indeciso (sobre tomar ou não a vacina)” — declarou Kimmich à ZDF. 

 

Foto destaque: Getty images