Música

Lisa do Blackpink, é a única artista feminina K-pop a atingir a marca de 100 milhões de streams

20 Fev 2022 - 09h00 | Atulizado em 20 Fev 2022 - 09h00
Lisa do Blackpink, é a única artista feminina K-pop a atingir a marca de 100 milhões de streams

A cantora Lisa, do Blackpink, tem feito história no mundo da música. Neste sábado (19), a cantora atingiu a marca 100 milhões de ouvintes no Spotify com três faixas musicais, sendo a primeira artista solo feminina de K-pop a atingir essa marca histórica.

Depois da parceria com DJ Snake, creditada com outros artistas Ozuna, e Megan Thee Stallion, o single atingiu a marca de 100 milhões de ouvintes nestes sábado 19, ou seja, se unindo as marcas já atingidas pela cantora com “Money” que chegou já marcam de 375.521 milhões, e “Lalisa”, com 175.783 milhões de ouvintes.


 Clip qeu acabou de aingir 100 milhões de ouvintes (reprodução/youtube)


E não para por aí, Lisa está sendo considerada a artista solista com mais impacto na atualidade. A idol tem aproveitado os grupos de K-pop, para lançar singles solos dos integrantes. Com isso, ‘Money’ é a música solo mais reproduzida da cantora no Spotify, a faixa musical vendeu mais 500 mil somente nos Estados Unidos.

A faixa “Lalisa” tem mais de 500 milhões de streams. E o primeiro álbum solo da artista e já conta muitas reproduções para um solo de K-pop. A artista precisou de 132 dias para atingir de reproduções no Spotify, sendo as principais “Money” e “Lalisa”.

Na quarta-feira (16), a plataforma Disney+ adicionou ao catálogo “Blackpink: O filme”, para comemorar os 5 anos do grupo de K-pop. O documentário começou a ser exibido ano passado, mas a Disney não podia deixar o sucesso parar.


Blackpink (reprodução/popline)


Recentemente, Jennie uma integrante do Blackpink afirmou que o retorno está bem próximo, apesar de ainda não ter data definida, a mesma disse que estão ensaiando demais para darem o melhor na volta do grupo. Jennie disse também que cada uma das integrantes do grupo estão brilhando em carreira solo, mas que isso não é motivo para não ter um comeback.

Foto destaque: reprodução/popline