Celebridades

Lucas Guimarães fala sobre roubo a apartamento: "Entraram com a senha"

31 Mai 2022 - 13h42 | Atulizado em 31 Mai 2022 - 13h42
Lucas Guimarães fala sobre roubo a apartamento:

Na noite de ontem (30), o influenciador e marido de Carlinhos Maia, Lucas Guimarães dividiu com seus seguidores, que as investigações sobre o furto do apartamento em que mora com o esposo, apontam que os criminosos tinham a senha da porta da sua residência.

Por meio dos stories em seu Instagram, ele posou para foto com um ar reflexivo e contou que a porta da frente do seu apartamento, localizado na cidade de Maceió, em Alagoas, não chegou a ser arrombada pelos criminosos, o que aponta para que ela tenha sido aberta com a senha da fechadura eletrônica.


Carlinhos Maia e Lucas Guimarães casaram em 2019. (Foto: Reprodução/Divulgação)


“As coisas ficam piores do que já estão. Eles não arrombaram a porta da frente. Entraram com a senha. Aí, senhor da glória. Triste demais”, escreveu o marido do comediante.

Mais cedo em entrevista à jornalista Fabia Oliveira, do “Em Off”, Carlinhos Maia apontou que o crime foi realizado por alguém próximo a sua família.


Lucas fala sobre roubo sofrido na sua casa. (Foto: Reprodução/Instagram)


“Sim, [já tem alguma pista] e está com a polícia. É alguém próximo e que sabia que essas joias estavam em casa”, disse Carlinhos. Em entrevista coletiva realizada hoje, o delegado Lucimerio Campos, responsável pelo caso, confirmou que essa é uma das hipóteses investigadas pela polícia.

Ainda segundo Maia, os suspeitos foram direto ao cofre, sem a necessidade de revirar toda a casa. “Já foram certos no relógio e nas joias”. O valor aproximado dos itens roubados seria de R$ 5 milhões.

O delegado afirmou que, segundo imagens obtidas no local, o roubo foi executado por um homem e uma mulher, ambos jovens. Além disso, a polícia identificou falhas na segurança do condomínio.


Lucas Guimarães e Carlinhos Maia. (Foto: Reprodução/Divulgação)


“O empreendimento possui diversos pontos cegos diversas vulnerabilidades que tornaram o crime, de certa forma, mais conveniente”, afirmou o delegado, gerente de Polícia Judiciaria da região que envolve as delegacias da Grande Maceió e da capital alagoana.

 

Foto destaque: Lucas Guimarães. Reprodução/Divulgação