Celebridades

Luiza comenta sobre seu futuro musical sem Maurílio

09 Fev 2022 - 19h08 | Atulizado em 09 Fev 2022 - 19h08
Luiza comenta sobre seu futuro musical sem Maurílio

Luiza em seu Instagram comentou sobre como vai lidando com a grande perda de sua dupla e grande amigo Maurílio,  em dezembro do ano passado: "Sim (Vou seguir em carreira solo). Dupla só tive uma e nunca ninguém vai ocupar esse lugar e novo. Hoje tive terapia foi muito boa. Estou fazendo uma vez por semana devido a vários acontecimentos nos últimos tempos. Passei por perdas e outras coisas. Está me fazendo muito bem. Está transformando a minha vida. Quando você quer perder peso, faz exercício, faz na nutricionista... Se quebra a perna, vai ao ortopedista, quer fazer a unha, vai à manicure. Qual o problema de você cuidar da sua cabeça no momento em que ela dá sinal de que não está tudo bem? Terapia não é luxo é necessária."


Luiza em suas redes sociais. (Reprodução/Instagram).


O cantor Maurílio, de 28 anos, faleceu na tarde de quarta-feira (28) de dezembro. O jovem cantor estava internado em um hospital particular em Goiânia, após sofrer um tromboembolismo pulmonar. Na manhã, o boletim médico já havia relatado uma piora do cantor, nas últimas 12 horas.

O cantor da dupla Luiza e Maurílio, passou mal no dia 15 de dezembro, após passar mal no palco durante uma gravação de DVD. Foi socorrido pelo produtor e sua parceira Luiza. A assessoria do cantor, ainda não deu informações de onde será o velório e enterro.

O boletim médico do Hospital Jardim América, em Goiânia relatou: "Paciente em leito de UTI desta unidade apresentando quadro grave, em ventilação mecânica, tendo suportes intensivos. Sem previsão de alta hospitalar", dizia o boletim assinado pelo médico Wesley Medeiros. 

Luiza comentou sobre a vida pós morte: "Sabe o que sinto, depois do que aconteceu? Conversei com algumas pessoas que já perderam alguém, e também com as pesosas que compartilharam desse momento comigo, que também eram amigas do Maurílio, que a gente fica num misto de culpa de viver, ao mesmo tempo, quando você perde alguém, você dá uma despertada, como ‘preciso viver isso aqui, como se fosse o último dia'. Um misto de culpa por viver com uma vontade louca de viver. E isso é muito estranho. Sei que é confuso, mas é assim que me sinto, cada dia menos. Foi um negócio que me abalou demais. Em contrapartida, tenho noção de algumas coisas que, para mim, fazem sentido e isso me ajudou muito. Mas é isso. Tudo vai ficar bem" "Meu bichinho gostaria que a gente ficasse bem, Maurílio era muito simpático. Acho que se ele pudesse dizer alguma coisa seria: 'gente, fica bem, fazendo o favor´.

 

Foto Destaque: Reprodução/Instagram

Mais Lidas